Mundo registra recorde de usuários de celular durante pandemia, aponta UIT

Foto: Pixabay

Dados divulgados pela União Internacional de Telecomunicações (UIT) mostram que, após um pequeno declínio em 2020, a penetração de acessos da telefonia móvel em todo o mundo aumentou novamente em 2021, atingindo um recorde de 110 assinaturas por 100 habitantes. A quantidade de linhas móveis com banda larga (3G ou superior) seguiu a mesma tendência, atingindo 83 assinaturas por 100 pessoas.

Na banda larga móvel, após uma desaceleração no crescimento das assinaturas em 2020, voltou a acelerar em 2021, atingindo 83 por 100 habitantes em todo o mundo.

Esse aumento foi impulsionado pelos países em desenvolvimento nas regiões da Ásia-Pacífico e das Américas. Por outro lado, na África, as assinaturas de celular diminuíram em 2021, depois de aumentar em 2020. O crescimento mais forte foi registrado na região da Ásia-Pacífico, com 10,5%, seguido pela região da Comunidade de Estados Independentes – antiga União Soviética (7,0%) e depois pela África (6,7%), que foi a região com o maior crescimento nos três anos anteriores.

Notícias relacionadas

Banda larga fixa

Os dados da UIT mostram ainda que os acessos de banda larga fixa continuam a crescer de forma constante, atingindo 17 assinaturas por 100 habitantes em média global em 2021.

Nos países menos desenvolvidos, apesar do crescimento ter alcançado dois dígitos, a banda larga fixa continua sendo privilégio de poucos, com apenas 1,4 assinaturas por 100 habitantes. Isso envolve, por exemplo, países localizados no continente africano. Em nível global, o número de assinaturas de banda larga fixa é superior ao da telefonia fixa desde 2017.

Telefonia fixa em queda

A telefonia fixa continua seu declínio constante, com 11 acessos por 100 habitantes em todo o mundo, abaixo do pico de 19 por 100 em 2006. O declínio é visto em todas as regiões, exceto nos Estados Árabes, onde as assinaturas de telefones fixos voltaram a crescer desde 2015.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.