Publicidade
Início Newsletter SES fecha 2023 com receita de 2 bilhões de euros e impulso...

SES fecha 2023 com receita de 2 bilhões de euros e impulso de redes

Antenas da operadora de satélite SES

A operadora de satélites SES fechou o ano de 2023 com uma receita de 2,03 bilhões de euros. O resultado, segundo a companhia, ficou acima da perspectiva financeira para o período. Para 2024, a empresa sediada em Luxemburgo tem perspectiva financeira similar, com receita esperada entre 1,940 bilhão a 2 bilhões de euros.

Notícias relacionadas

A área de redes foi o destaque da companhia, com aumento de 6,1% em relação a 2022. Sozinha, essa vertical faturou 1,06 bilhão de euros em 2023. De acordo com a SES, o impulso veio do crescimento de 11,5% em mobilidade, um reflexo da expansão de serviços para linhas de cruzeiro e governo.

Já a receita de vídeo teve nova queda na companhia, mas ainda é importante fonte de receitas da operadora. Em 2023, o faturamento dessa área foi de 967 milhões de euros, 4,4% menor em comparação com 2022. Segundo a operadora, houve queda na receita de mercados maduros europeus e norte-americanos, estabilidade na receita internacional e expansão contínua do negócio de esportes e eventos.

O lucro antes de juros, impostos e amortização (Ebitda, medida importante de desempenho financeiro) atingiu 1,025 bilhão de euros na métrica ajustada: ou seja, uma margem de 50%. Já o salto nas receitas fiscais juntamente com menores ganhos líquidos de câmbio estrangeiro contribuíram para um lucro líquido ajustado que ficou em 215 milhões de euros.

Por fim, a companhia mencionou que a dívida líquida ajustada em 31 de dezembro de 2023 era de 1,565 bilhão de euros.

O3b mPOWER

“Alcançamos todos os objetivos financeiros para 2023, incluindo a superação das expectativas de receita, garantimos 1,5 bilhão de euros em novos negócios e renovações em Redes e Vídeo, e lançamos os primeiros 6 satélites O3b mPOWER, que oferecerão serviços de conectividade de alta performance a clientes”, disse o CEO da SES, Adel Al-Saleh. 

O início dos serviços comerciais está programado para o início do segundo trimestre de 2024. A empresa também já iniciou discussões com seguradoras sobre os problemas relacionados ao módulo de energia de quatro satélites. O valor mencionado do sinistro é de U$ 472 milhões.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile