Costa aposta em set-top a R$ 200; Telavo confirma

No próximo dia 29 deste mês deverá ser realizada, em Brasília, a demonstração do set-top de TV digital do chamado "consórcio indiano brasileiro", conforme a definição do ministro Hélio Costa. Trata-se da caixa receptora produzida pela Telavo e pelo grupo indiano Encore, e chegará ao varejo, segundo Jackson Sosa, diretor da Telavo, custando R$ 200, incluindo o middleware Ginga instalado. Este é o valor que está sendo comemorado por Hélio Costa como um padrão para a indústria. "Tenho certeza de que esse preço cai ainda 40% a 50% em seis meses", disse o ministro Hélio Costa, em entrevista antes da abertura do Congresso SET 2007, em São Paulo, voltado ao mercado de radiodifusão. "O ministro das Comunicações do Japão também já disse que esses set-tops, que serão importantes por lá, chegarão no Brasil a US$ 50".
Segundo Jackson Sosa, a produção será realizada na Teikon, no Rio Grande do Sul. Costa acredita ainda que a indústria de handsets para telefonia móvel também terá aparelhos prontos para recepção móvel em dezembro. "Vejo os fabricantes japoneses se movimentando fortemente nesse sentido, para oferecer aparelhos com sintonizador para TV digital embutidos e que estarão abertos a qualquer operadora", diz Hélio Costa.
O ministro disse ainda que o CPqD realizará, em breve, um teste de caixas digitais com possibilidade de retorno via WiMax na cidade de Hortolândia/SP, para serviços com interatividade plena.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.