China e falta de semicondutores afetam receitas da Ericsson no terceiro tri

Os resultados operacionais da Ericsson no terceiro trimestre apontaram queda nas receitas globais do grupo após uma esperada redução de vendas na China e problemas com a cadeia de fornecimento de componentes.

Entre julho e setembro, a fornecedora sueca somou 56,3 bilhões de coroas suecas em faturamento (cerca de US$ 6,5 bilhões). O valor é 2% menor que o registrado no terceiro trimestre de 2020, sendo 1% menor em termos orgânicos.

Sozinha, a China foi responsável por redução de 3,6 bilhões de coroas nas vendas (US$ 420 milhões), o suficiente para impactar o crescimento trimestral da Ericsson em 6%. "Como consequência da redução da participação de mercado na China continental, planejamos redimensionar nossa organização de vendas e entregas no país a partir do quarto trimestre, aumentando nossos custos de reestruturação", apontou a fornecedora.

Notícias relacionadas

Em paralelo, "turbulências" na cadeia de fornecimento de componentes também afetaram as vendas no período, sobretudo da divisão de redes. O tema já havia sido colocado como risco pela Ericsson, que apontou semicondutores como elemento mais crítico. Nos próximos trimestres, o fator deve continuar pressionando os resultados, segundo a companhia.

Lucro

Se a receita da divisão de redes da Ericsson caiu 3% no terceiro trimestre, sem os impactos da redução na China, as vendas teriam crescido 8%, segundo a companhia. No consolidado, houve avanço de 8% no faturamento da América Latina/Europa e de 10% na América do Norte.

Entre os motivos estão os contratos 5G firmados pela empresa com as três principais operadoras norte-americanas, considerados "os maiores da história" da fornecedora. A Ericsson também aponta que as receitas de quinta geração estão crescendo na divisão de serviços digitais, impulsionadas por demandas como core de rede e orquestração.

Como resultados, o lucro da Ericsson cresceu no terceiro trimestre mesmo com a queda das receitas: 4%, para 5,8 bilhões de coroas suecas (cerca de US$ 670 milhões). Enquanto a margem bruta cresceu para 44%, a margem Ebit da fornecedora avançou para 15,7%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.