Vice-presidente da Samsung é condenado à prisão na Coreia do Sul

Smartphone Samsung Galaxy Note 20 5G

[Publicado no Mobile Time] O vice-presidente e herdeiro da Samsung Electronics, Jay Y. Lee, foi condenado a dois anos e meio de prisão pela justiça sul-coreana na segunda-feira, 18. Lee é acusado de subornar um sócio do ex-presidente da empresa, Park Geun-hye.

A Corte de Seul já havia condenado Lee a cumprir cinco anos de detenção em 2017. Ele chegou a ser preso por um ano, mas recorreu em liberdade. Agora o caso foi avaliado pelo Supremo Tribunal de Seul. Segundo a lei sul-coreana, somente penas abaixo de três anos podem ser suspensas. Para sentenças mais longas, o condenado deve cumprir o tempo de prisão – exceto se houver perdão do Presidente da República.

Com a prisão de Lee, as ações relacionadas ao Samsung Group despencaram. No fechamento do pregão do dia 18, na Coreia do Sul, as ações da Samsung Electronics caíram 3,41%. Já as ações da Samsung C&T despencaram 6,84%. A Samsung SDI caiu 4,21%, e a Samsung Heavy Industries, 2,74%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.