Oi demonstra piloto para conectividade rural em 450 MHz

Acompanhando a concorrência, a Oi também divulgou iniciativa com a faixa de 450 MHz. A companhia anunciou nesta quarta-feira, 17, contrato assinado em fevereiro com uma empresa cuiabana de agronegócio, a Amaggi, para a realização de um projeto piloto em uma fazenda na cidade de Sapezal (MT), onde a operadora conectou solução de Internet das Coisas para obtenção de informações em tempo real com o maquinário na lavoura. A tele, que fornece e gerencia a conectividade, acredita que a Amaggi consegue com a iniciativa uma melhor gestão de ativos espalhados em campo e a possibilidade de criar uma rede integrada de sensores e dispositivos.

Conforme explica em comunicado, a Oi também utiliza sua rede em 450 MHz para levar conectividade à fazenda Tucunaré, da Amaggi, localizada a 500 km de Cuiabá. Como é uma frequência baixa, a empresa consegue uma cobertura maior, de 70 km de diâmetro, para a área de plantio. Com isso, a operadora possibilita acesso e envio de informações online para implementos agrícolas para monitoramento remoto da plantação. Também diz que isso permite atuação mais ágil e proativa para a prevenção de falhas e sobreposições de operações para reduzir desperdícios, combate de pragas, correção da acidez do solo e manutenção de maquinário. Além disso, também permite a análise de dados captados ao longo das safras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.