Neutralidade tecnológica e da rede devem ser revisadas para o 5G, afirma VP da TIM

Foto: Pixabay

Para o o vice-presidente regulatório e institucional da TIM, Mario Girasole, o 5G standalone (padrão que não depende de tecnologia legada no core de rede) deverá mudar a abordagem com a qual se regula redes tradicionalmente. Em geral, o executivo defende que a Anatel determine no edital do leilão que a tecnologia a ser adotada seja a de quinta geração, em vez de assumir a posição neutra tradicional nesses certames. Sem isso, ele acredita que haveria possibilidade de a tecnologia não se desenvolver com a velocidade necessária.

"Eu tendo a discordar sobre o tema de neutralidade tecnológica como mantra insuperável. Sem dúvida, é um viés competitivo, e a Anatel sempre deixou as operadoras com as próprias escolhas. Mas neste caso, temos algo um pouco maior a ser alcançado, que não é [apenas] o desenvolvimento do setor, é do sistema econômico inteiro, para alcançar níveis de produtividade que hoje não são possíveis", declarou ele em evento da consultoria Lide sobre 5G nesta quinta-feira, 28. 

Por conta disso, considera que é o maior potencial do 5G será conseguido com mecanismos dentro do leilão "para que a gente possa pular o quanto antes [para o] 5G standalone, que permite maiores performances". Sem isso, diz Girasole, haveria risco de o próprio mercado investir em soluções "mais light", como o compartilhamento dinâmico de espectro (DSS).

Neutralidade de rede

O VP da TIM ainda diz que a neutralidade de rede, conforme o Marco Civil da Internet (e o decreto regulamentador nº 8.771/2016), também deveria ser revista para a nova tecnologia. No entendimento dele, com essa barreira seria impossível fazer a gestão de tráfego com o network slicing, o que acabaria prejudicando o desempenho das aplicações que precisam de baixíssima latência. "Existe uma colisão entre tecnologia e política pública que no 5G precisará ser enfrentada. Não que seja tema da Anatel, mas, no nível legislativo, precisa encontrar novo equilíbrio", declara. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.