Rodrigo Cunha é eleito presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia no Senado

Como era esperado, o senador Rodrigo Cunha (PSDB-AL) foi eleito, por aclamação, presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia do Senado (CCT) para o biênio 2021-2022. Por determinação do presidente recentemente eleito da casa, senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), todas as comissões voltarão à funcionar de maneira semi-presencial.

No seu discurso já como presidente da Comissão, Cunha destacou que o País deve encarar com prioridade absoluta investimentos em pesquisa e tecnologia. "Assim estaremos alinhados ao desenvolvido. Estamos vendo novas formas de conexões humanas. O mundo está recheado de desafios. Tecnologia é algo para o futuro. E nós, como legisladores, devemos ter responsabilidade. Devemos debater as propostas, ouvindo todo mundo", disse.

Ele também falou da necessidade de se discutir o marco legal das startups. "Essas empresas são chaves para o desenvolvimento do país e também podem ajudar a digitalizar a administração pública".

Notícias relacionadas

"É com muita satisfação e senso de responsabilidade que assumo a presidência da Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática. São muitos os temas cobertos por esta comissão, todos de importância ímpar neste momento crítico que enfrentamos", disse o senador ao TELETIME.

Advogado e ex-Deputado Estadual, Rodrigo Cunha foi venceu as eleições ao Senado como o candidato mais bem votado. Atua na agenda de proteção aos consumidores, da transparência pública e das boas práticas no governo. É Ex-Superintendente do Procon de Alagoas, criou o Procon Comunitário, viabilizando a expansão das ações de cidadania para o interior do Estado. No Senado, já assumiu a presidência da Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor, onde deu= especial atenção ao monitoramento dos gastos públicos.

Vice-presidência

O Partido Progressista (PP) está pleiteando a vaga da vice-presidência da Comissão. A senadora Daniella Ribeiro (PP-PB) colocou seu nome à disposição para ser a vice-presidente da Comissão. No seu discurso, argumentou que teve pouco tempo para atuar como presidente do colegiado por conta da suspensão das reuniões durante o período da pandemia. Da mesma forma, o senador Luis Carlos Heinze (PP-RS) também pleiteia a vaga. A eleição da vice-presidência ficou para a próxima reunião do colegiado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.