Presidente da CCT, Daniella Ribeiro pede afastamento do Senado

Senadora Daniella Ribeiro (PP-PB). Foto: Jane de Araújo/Agência Senado

A senadora Daniella Ribeiro (PP-PB) está de licença sem remuneração a partir desta quarta-feira, 23 pelo prazo de 120 dias do Senado Federal. No requerimento, a senadora justifica seu afastamento para tratar de "assuntos de interesse particular". No seu lugar, assumirá Diogo Tavares (PP-PB).

Mesmo afastada, Ribeiro não deixa a presidência da Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) da casa. Mas projetos importantes em que consta como relatora, como o PL 172/2020, podem ter sua relatoria redistribuída para outro senador ou esperar o retorno de Ribeiro à titularidade. Tudo vai depender do acordo que for feito com o suplente que assumirá a vaga.

Daniella Ribeiro é autora do PL 2.388/2020, que propõe a transferência de recursos do Fust para as famílias cadastradas no Cadastro Único (CadÚnico) dos Programas Sociais do Governo Federal durante a pandemia ocasionada pelo coronavírus (Covid-19). Pelo projeto, o recurso destinado às famílias só poderia ser usado exclusivamente para pagamento de serviços de telecomunicações. Este projeto já esteve na pauta de votação do Senado, mas foi retirado. A relatoria está com senador Izalci Lucas.

O PL 172/2020 prevê o uso do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust) para reduzir as desigualdades regionais ao prover conexão de banda larga em todos as escolas brasileiras, além de criar um Conselho Gestor do Fundo. O texto, de autoria do senador Aloizio Mercadante, já foi apreciado pela Câmara, mas como sofreu alterações, retornou para o Senado, onde aguarda a última votação.

O suplente

Diogo Tavares é natural de João Pessoa, formado em direito e empresário do segmento turístico. É oriundo de família bastante tradicional na política paraibana: filho do médico Reginaldo Tavares, ex-vice-prefeito de João Pessoa, e sobrinho do ex-deputado federal Edme Tavares.

Tavares já integrou o Partido Verde (PV), de onde saiu e ingressou no Progressistas no final mês passado. No estado, foi secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico. Na gestão municipal, nos últimos anos, ocupou diversas pastas: secretário de Trabalho; secretário de Comunicação; dirigiu o Instituto de Previdência do Município; e, mais recentemente, esteve na Secretaria de Desenvolvimento Social.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.