Satélite contratado pela Hughes para cobrir Brasil e América Latina é lançado com sucesso

Durante o final de semana, o foguete Falcon 9 da SpaceX foi lançado a partir da base no Cabo Canaveral, na Flórida, colocando em órbita o satélite Telstar 19 Vantage. A operadora satelital Hughes utilizará a capacidade em banda Ka do artefato de alto throughput (HTS) na América do Sul, cobrindo mais de 90% da população no Brasil, Chile, Colômbia, Equador e Peru. Segundo a empresa nesta segunda-feira, 23, a intenção é oferecer o serviço de banda larga HughesNet para empresas, residências, redes corporativas de grandes empresas, backhaul para operadoras de serviço móvel e serviços de Wi-Fi comunitário para populações carentes.

Para viabilizar o uso da carga contratada, a Hughes está construindo novos gateways no Brasil e no Chile para complementar os outros cinco gateways do sistema Jupiter nos Estados Unidos. Esse sistema dará suporte às aplicações de conectividade.

No Brasil, o serviço HughesNet já funciona com o satélite Eutelsat 65 West A, mas a empresa espera complementar a plataforma com a cobertura de 90% da população por meio do satélite novo. Já para a Colômbia, a intenção é melhorar a conectividade de banda larga do satélite Jupiter 2 para alcançar mais de 96% dos colombianos.

Construído pela Space Systems Loral (SSL) para a Telesat, o Telstar 19 Vantage ficará na posição orbital 65 graus Oeste e deverá começar a funcionar no começo do quarto trimestre deste ano, após a conclusão das manobras orbitais e testes. O contrato da Hughes com a Telesat tem duração de 15 anos. O satélite ainda conta com payload em capacidade em banda Ku também para a cobertura no Brasil, região Andina e o Oceano Atlântico Norte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.