Parceria entre Cisco e Ericsson tem novos acordos

Cerca de 90 dias após o anúncio da parceria, Ericsson e Cisco procuram fortalecer o trabalho com novos produtos e acordos durante a Mobile World Congress 2016 nesta segunda, 22, em Barcelona. As empresas assinaram um acordo conjunto de direitos de propriedade intelectual e de serviços profissionais que combinará a força de trabalho de 66 mil funcionários da fornecedora sueca com 11 mil da norte-americana para consulta, integração de sistemas, serviços de suporte e gerenciamento para TI e redes em 180 países.

O acordo ainda não está em operação no Brasil, já que está sendo avaliado pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), mas na América Latina já há a primeira implantação com a operadora Aster, da República Dominicana. A tele implantará a plataforma IPTV Mediaroom  e soluções de vídeo, enquanto a Cisco fornecerá plataforma de acesso por cabo e coaxial, que será integrada com serviços da fornecedora sueca.

Entre as novidades há um novo roteador 5G para serviços residenciais e corporativos, em parceria também com a Intel, com o qual começarão a desenvolver e testar a nova rede móvel – a ideia é que o equipamento seja o primeiro roteador 5G do mercado. As três fornecedoras são parceiras da operadora norte-americana Verizon, com quem também farão testes e pesquisas na área. Outro produto foi anunciado foi o Ericsson Dynamic Service Manager, para gerenciamento de rede em tempo real com compatibilidade entre múltiplos fornecedores e tecnologias.

Notícias relacionadas

Segundo as fornecedoras, de novembro até hoje já foram registrados  200 "engajamentos" com clientes, que resultaram em contratos de backbone de rede móvel para IP, transformação de rede de cabo e TV, modernização de backhaul para móvel e capacidades de serviço global.

Nuvem

A Ericsson anunciou também uma aliança global com a Amazon Web Services para negócios, tecnologias e serviços para acelerar o uso da computação em nuvem entre provedores. A Ericsson utilizará também serviços e experiência da AWS para desenvolver soluções para os provedores, como a operadora australiana Telstra, com quem já está trabalhando.

Outra iniciativa em cloud é o lançamento do serviço de nuvem aberto para over-the-top, o OTT Cloud Connect, visando integração de capacidade de OSS/BSS, funcionando como um gateway para tirar a complexidade da relação das operadoras com as OTTs. A Ericsson fornecerá o produto para o Google, que utilizará a plataforma em produtos como o YouTube.

IoT

Já com a operadora norte-americana AT&T, a Ericsson trabalha para implantar solução de Internet das Coisas (IoT) para automação e segurança residenciais para provedores de serviço fora dos EUA. A fornecedora também lança um um novo produto modular de IoT, que inclui estratégia de mercado, consultoria para processos de reengenharia e negócios e verificação de aplicação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.