Publicidade
Início COVID-19 Claro lança Internet fixa de 1 Gbps nacionalmente e promete WiFi 6

Claro lança Internet fixa de 1 Gbps nacionalmente e promete WiFi 6

Márcio Carvalho, diretor de marketing da Claro Brasil

Após registrar recuo nas receitas de serviços fixos, a Claro anunciou nesta quarta-feira, 20, o lançamento da banda larga fixa com velocidade de 1 Gbps. Segundo a operadora, a nova opção está disponível em mais de 300 cidades em todas as regiões do País onde a empresa tem cobertura de rede e em endereços “habilitados tecnicamente” para a nova capacidade. Mas a estratégia também é de conseguir melhorar a tecnologia na ponta, e por isso a empresa já promete chegada do WiFi 6 em 2022.

De acordo com a companhia, a nova velocidade de 1 Gbps já está disponível em todos os canais de venda e relacionamento por R$ 399,99 mensais, com os serviços habituais da operadora (Now, Claro Video etc.) e com “ponto ultra”, que permite levar conexão por cabo de rede (ethernet) ao dispositivo desejado. 

Segundo o diretor de marketing da tele, Márcio Carvalho, o lançamento não é uma resposta às ofertas de 1 Gbps de outras operadoras, mas uma evolução natural de portfólio. “A história da Claro e da Net na banda larga sempre foi de forçar a barra no limite da evolução. A gente sabe que algumas operadoras começaram a oferecer, mas estamos lançando já nacional, com porte de líder [na banda larga fixa]. É pra jogar sério, e vamos levar realmente 1 Gbps por cabo, fibra e por 5G”, destaca.

Notícias relacionadas

WiFi

Junto com a nova velocidade, a estratégia da Claro é de promover a rede WiFi de maior qualidade, uma vez que é a forma mais comum de conexão nas residências. É possível contratar o kit opcional de rede WiFi Mesh por 12 parcelas de R$ 64,99 (total de R$ 779,88) – os roteadores disponíveis são da marca tp-link e ZTE. Carvalho diz que a Claro também trabalha com a opção de roteadores do Google lançados na semana passada, por meio de parceiro e no marketplace da operadora.  

Apesar de recomendar o padrão WiFi 6 (802.11ax), os aparelhos comercializados no site no momento não ofereçam essa tecnologia. Ou seja, o pico teórico da velocidade conseguida pela rede Mesh seria de 866 Mbps com a tecnologia 802.11ac 2×2 em 5 GHz – o que não impede, obviamente, de se chegar a 1 Gbps na conexão com fio.

Márcio Carvalho diz que o ideal é sempre, onde possível, utilizar o cabo de rede para chegar às velocidades máximas da nova oferta, com o Mesh também garantindo melhores taxas na conexão sem fio. E o WiFi 6 está nos planos. “A gente já está conversando com fabricantes, a previsão é de [oferecer roteadores com a tecnologia 802.11ax] no início do ano que vem”, declara.

Upload e fibra

A nova conexão pode ser feita por cabo coaxial (HFC), na tecnologia DOCSIS 3.1, o que significa que a taxa de upload é limitada a 35 Mbps, a mesma oferecida no plano de 500 Mbps. No caso da rede de fibra até a residência (FTTH), o upload chega a 250 Mbps.

Para Carvalho, a limitação no HFC é mais “psicológica” do que realmente sentida. “Se pensar que atravessamos toda a pandemia em casa, com sessões de vídeos simultâneos, e não tivemos problemas… Realmente, o consumo do upload é muito menor, e não vemos isso como um problema”, argumenta. Ele ressalta que, caso haja aplicações que demandem muito upload no futuro, a empresa vai procurar se adequar à realidade.

O executivo também lembra que a experiência do cliente é o que dita, no final das contas, mencionando recente levantamento da Ookla, da plataforma de medição Speedtest, que colocou a Claro como a conexão fixa mais “consistente”. “Na prática, faz pouca diferença se é DOCSIS, fibra ou o que for”, coloca.

A Claro lembra que continua expandindo a rede de fibra, com previsão de chegar a 50 novas cidades até o final do ano. De acordo com Carvalho, a melhoria na infraestrutura em geral da companhia é que tem proporcionado o novo portfólio “A coisa que mais temos feito é evolução de rede”, destaca. 

“Desde a pandemia em março [de 2020], quando de uma hora para outra, todo mundo ficou dentro de casa, a gente não tem feito nada diferente do que adicionar monte de capacidade, melhorar bakchaul e modernizar tecnologias”, coloca. Segundo Carvalho, desde o início da crise sanitária, a velocidade média da Claro na banda larga fixa dobrou. 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile