Google lança roteador WiFi Mesh no Brasil de olho em parceria com operadoras

Roteador Google Wifi. Foto: Divulgação

O Google está trazendo ao Brasil o seu roteador com tecnologia Mesh, que expande o sinal do WiFi de maneira transparente – isto é, sem que o handoff entre pontos de acesso seja sentido pelo usuário. O Google Wifi foi anunciado nesta quarta-feira, 13, mas já está disponível para a venda nas principais redes do varejo. E aí está uma questão com a qual a empresa precisará lidar: como chegar ao usuário final. 

A estratégia da empresa é de oferecer uma experiência mais simples na hora de lidar com o roteador, seja na instalação, configuração ou mesmo na experiência, com desempenho da tecnologia Mesh. Mas a última milha sem fio da banda larga é um terreno no qual as operadoras já competem ao ofertar o WiFi já no modem, e inclusive com serviços de extensão da rede por tecnologia Mesh cobrados a parte. 

Procurado pelo TELETIME, o Google respondeu, por meio de assessoria de imprensa, que já há parcerias com as teles. "Temos conversado com os principais provedores de serviços de internet do Brasil. A partir do lançamento do Google Wifi, algumas empresas já terão o produto disponível para oferecer aos seus clientes. E estamos prontos para estabelecer parcerias ainda maiores no futuro."

Notícias relacionadas

Isso pode fazer a diferença no sucesso do roteador no Brasil. Comprando individualmente, é possível adquirir o aparelho por R$ 999 a unidade, ou um kit com três unidades por R$ 1.999. Embora um roteador dedicado possa oferecer uma qualidade de acesso melhor, é um preço premium para atrair o consumidor. 

Por outro lado, para as operadoras há interesse de melhorar essa experiência no acesso, uma vez que ainda há muitas reclamações sobre a banda larga que são, na verdade, referentes à má qualidade da rede WiFi interna nas residências. Vale destacar que o Google Wifi tem uma função que permite gerenciamento remoto da rede por parte do provedor de Internet.

Tecnologia

O roteador conta com a tecnologia WiFi 802.11s, que é o padrão com o qual se estabelece a possibilidade de integração entre pontos de acesso via rede Mesh. No entanto, as frequências utilizadas continuam ser as tradicionais de 2,4 GHz e 5 GHz. 

A companhia não pretende comercializar produto com suporte à faixa de 6 GHz, pelo menos por enquanto. A este noticiário, o Google respondeu que não há previsão de outro produto de conectividade no Brasil no momento. "Estamos atentos ao mercado brasileiro e continuaremos desenvolvendo produtos que atendam às demandas locais para oferecer a melhor experiência no uso da internet." A Anatel liberou em fevereiro todo o espectro disponível nessa faixa para uso não licenciado.

Uso

Com um ponto de acesso do Google Wifi, é possível ter uma cobertura de até 110 metros quadrados. Combinando com outros dois pontos para criar a rede Mesh, essa cobertura chega a 330 m2. Os aparelhos podem ser gerenciados pelo aplicativo Google Home, e a promessa é de instalação fácil. Nas unidades enviadas para testes, foram necessárias algumas tentativas – o próprio app recomenda reiniciar o modem da operadora caso não seja possível obter a conexão de primeira.

O aplicativo ainda permite testar a velocidade da Internet, com indicativo simples de capacidade de download e upload, mas sem as informações tradicionais de serviços como Speedtest, que oferecem também dados de latência e perda de pacotes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.