Taiwan quer aumentar exportação de produtos de tecnologia móvel para o Brasil

O Brasil importou de Taiwan no ano passado US$ 2,856 bilhões, o que representou uma pequena queda em comparação com 2013, em função da crise. O país asiático, contudo, quer reverter essa tendência e intensificar as trocas comerciais com o Brasil, se firmando como um parceiro importante na venda de produtos de alta tecnologia, incluindo vários relacionados a mobilidade, desde smartphones e tablets de empresas como Acer e Asus, até acessórios e periféricos que se comunicam com dispositivos móveis, como scanners e impressoras portáteis. Para demonstrar algumas das últimas novidades desenvolvidas por lá, foi aberta esta semana a exposição Vitrine Taiwan Excellence, no Barra Shopping, no Rio de Janeiro, organizada pelo Taitra (Conselho para o Desenvolvimento do Comércio Exterior de Taiwan).

"A relação comercial entre Brasil e Taiwan precisa melhorar. É uma relação complementar. Podemos oferecer para o Brasil produtos inovadores, de alta tecnologia. E precisamos de recursos naturais, como metais e grãos", disse o diretor da Taitra, Krist Yi Bin Yen. Há também empresas de Taiwan com escritórios montados no Brasil e produção local, que somam mais de 50 mil empregos diretos e 50 mil indiretos.

Na exposição, entre as dezenas de produtos apresentados, destacam-se o roteador AC Ultra Wi-Fi DIR-890L, da D-Link, voltado para gamers, que oferece velocidade de até 3,2 Gbps; um scanner portátil da Avision, que digitaliza imagens com resolução de até 1.200 dpi e as envia por Wi-Fi para o smartphone do usuário; e a Pringo, uma impressora portátil Wi-Fi para fotos tiradas por smartphones.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.