Principais operadoras do Reino Unido garantem espectro para o 4G

A Ofcom, órgão regulador das telecomunicações no Reino Unido, divulgou os vencedores do leilão de espectro para o 4G. O resultado foi dentro do esperado: as quatro operadoras do Reino Unido receberam alguma frequência.

Entretanto, o valor arrecadado com o certame, de 2,34 bilhões de libras esterlinas (US$ 3,57 milhões) ficou bem abaixo da expectativa. A cifra é quase 1 bilhão de libras menor do que o estimado antes da licitação. Em parte, a baixa arrecadação se deve ao complicado momento econômico mundial e, sobretudo, da Europa, onde as operadoras enfrentam um ambiente cada vez mais competitivo.

A Vodafone UK foi a operadora que mais desembolsou para ter um pedaço do espectro para 4G. A empresa ofereceu no leilão 790 milhões de libras esterlinas (US$ 1,2 bilhão) de euros por blocos de licenças pareadas (FDD) em 800 MHz e 2,6 GHz e de quebra ainda levou um bloco TDD em 2,6 GHz.

Em segundo lugar ficou a Everything Everywhere (EE), que pagou 588 milhões de libras esterlinas (US$ 897 milhões) para blocos de 800 MHz e 2,6 GHz, que serão utilizadas em conjunto com sua rede LTE em 1,8 GHz.

A gigante Telefónica gastou um pouco menos, 550 milhões de libras esterlinas (US$ 838 milhões), mas ficou com o bloco em 800 MHz com uma alta exigência de cobertura: a tele deve oferecer serviços com recepção indoor a pelo menos 98% da população do Reino Unido (incluindo pelo menos 95% das populações de cada um dos países que compõem o Reino Unido) até o fim de 2007.

Por fim, a operadora 3 UK desembolsou 225 milhões de libras esterlinas (US$ 343 milhões) por algumas frequências na banda de 800 MHz e a Niche Spectrum Ventures, subsidiária da British Telecom (BT), ficou com blocos FDD e TDD de 2,6 GHz.

Dentre as operadoras que entraram na disputa, duas ficaram frustradas com o resultado: MLL Telecom e HKT (UK).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.