Yahsat anuncia acordos para infraestrutura de suporte satelital

A operadora de satélite dos Emirados Árabes Unidos Yahsat anunciou nesta quinta-feira, 15, a assinatura de contrato com empresas de infraestrutura para serviços de teleporto para seu próximo satélite em banda Ka. A companhia fechou acordo com a General Dynamics Satcom Technologies (GD Satcom) para fornecimento de duas antenas de 13 m e com a British Telecom (BT) para serviços de hospedagem de teleporto, cuja instalação começará no primeiro semestre do ano que vem.

Serão dois teleportos da BT localizados "nos arredores" de São Paulo e que darão suportes a serviços da operadora árabe voltados exclusivamente para o Brasil. A ideia da Yahsat é oferecer cobertura de mais de 5 mil municípios brasileiros, chegando a mais de 95% da população, com banda larga satelital em regiões mais afastadas. Isso será possível também com o lançamento de um novo satélite de banda Ka em 2017, o Al Yah 3.

De acordo com a operadora, os gateways garantirão disponibilidade e resiliência por meio de chaveamento automático entre teleportos, impedindo a interrupção de serviços. A Yahsat diz ainda que a localização garante "interconexões seguras à nuvem IP" para usuários e conectividade segura para redes corporativas. Essa infraestrutura também pode ser utilizada como backhaul para operadoras de telecom.

Plataformas

Outro contrato anunciado pela Yahsat nesta quinta foi com a Newtec para plataformas de serviços e sistemas operacionais para a operadora de satélites. O produto é a VSAT Newtec Dialog, incluindo hubs de banda base VSAT e terminais de usuário. A companhia fornecerá também soluções de OSS e BSS. A ideia é proporcionar flexibilidade para a empresa fornecer maior capacidade com o satélite Al Yah 3, que oferecerá velocidades entre 2 Mbps a 20 Mbps em toda a sua cobertura.

Congresso

A Yahsat participou do Congresso Latino-Americano de Satélites, que acontece nesta quinta e na sexta (16) no Rio de Janeiro. O country director da empresa, Marcio Tiago, foi um dos palestrantes do painel "As perspectivas do mercado de banda larga em banda Ka". O debate teve como foco o desenvolvimento de programas de satélite na América Latina. Confira aqui a programação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.