Anatel e ABDI assinam acordo de cooperação técnica para redes privadas

O acordo de cooperação técnica foi assinado pelos presidentes da Anatel, Leonardo Euler, e da ABDI, Igor Calvet

A Anatel e a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) assinaram nesta quinta-feira, 12, um acordo de cooperação técnica para testes de redes privadas em 5G. Serão efetuados testes para, no final do trabalho, ser elaborado um conjunto de estudos indicando referências técnicas. Esse material seria utilizado para "subsidiar o processo de discussão regulatória" para aplicações 5G nas redes de serviço limitado privado (SLP).

O acordo de cooperação técnica foi assinado pelos presidentes da Anatel, Leonardo Euler, e da ABDI, Igor Calvet. A intenção é de desenvolver projetos piloto para experimentação e validação de porções de espectro, além de larguras de faixa necessárias, requisitos de taxas de transmissão e demais índices de desempenho (KPIs). Nesses testes, haverá "ambientes selecionados", diz a Anatel em comunicado.

Em nota, Leonardo Euler detalhou algumas das vertentes dos testes. Ele colocou que "o Acordo de Cooperação Técnica entre ABDI e a Anatel deriva do bom diálogo institucional e do reconhecimento da importância do desenvolvimento e da implantação de redes privativas de telecomunicações, notadamente aquelas utilizadas em aplicações de controle logístico, sensoriamento, monitoração, automação e demais necessidades da chamada indústria 4.0".

Esse acordo com a ADBI foi sugerido ainda em setembro, durante o Painel Telebrasil 2020. A a Anatel propõe a destinação de diversas faixas em SLP para o setor como a banda L, a faixa de 3,8 GHz sem licitação e a retomada da faixa de 450 MHz atualmente de posse das operadoras. No momento, porções nas frequências de 250 MHz e de 2,4 GHz já estão disponíveis para redes privadas, mas setores como indústria e distribuidoras de energia advogam também pela necessidade de uso em caráter primário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.