Anatel sugere acordo com ABDI para estruturar demandas de redes privadas

Foto: Pixabay

A demanda por espectro para redes privadas no serviço móvel (SLP) tem vindo de várias partes da indústria, mas a Anatel quer organizar isso de forma a poder auxiliar melhor o setor na implantação das redes. Segundo o presidente Leonardo Euler, está sendo discutida com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) a criação de um acordo de cooperação para estruturar esses pedidos e esclarecer as questões relativas

"Estamos percebendo que a demanda desses atores em termos de recursos de espectro muitas vezes não se apresenta estruturada, motivada, estudada e com contornos definidos", declarou ele durante debate no Painel Telebrasil 2020 nesta terça, 22. Por isso, em conversa com o presidente da ABDI, Igor Calvet, Euler sugeriu o acordo. 

A ideia é compreender e estruturar a demanda, "bem como esclarecer as opções disponíveis no arcabouço regulatório que alavanquem a Indústria 4.0". Entre essas demandas de aplicações mencionadas por representantes de vários segmentos industriais, associações e fóruns, o presidente da Anatel cita controle logístico, sensoriamento, monitoração, automação e demais necessidades da Indústria 4.0.

Vale lembrar que a Anatel propõe a destinação de diversas faixas em SLP para o setor como a banda L, 450 MHz e 3,8 GHz. Atualmente, porções nas frequências de 250 MHz e de 2,4 GHz já estão disponíveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.