RNP escolhe Base Telco para prover tecnologia de chip neutro no Internet Brasil

A empresa B2 Telecomunicações LTDA (Base Telco), de Recife, foi homologada pela RNP como a integradora que terá como responsabilidade a disponibilização e operação do modelo de chip neutro (eSIM) prevista para o programa Internet Brasil, que prevê a conexão de 700 mil alunos e professores da rede pública com acesso 4G. O resultado foi anunciado pela RNP nesta segunda, 6, mas desde o começo da licitação o mercado dava como certo que a empresa sairia vencedora. Na primeira matéria produzida por TELETIME sobre o assunto, deixamos registrado, com um link para o site da empresa incluído no ponto final da reportagem, cuja data de publicação e atualização é 15 de março. A informação que já vinha circulando entre os proponentes sobre as probabilidades da Base Telco ganhar a seleção, isso antes mesmo da apresentação das propostas, o que foi um dos motivos pelos quais as grandes operadoras receavam participar. Ao final do processo, houve pelo menos mais um concorrente na disputa: a Nuh! Digital, conforme noticiado aqui.

Segundo o site da empresa, a Base Telco opera há 16 anos no mercado de telecomunicações com a oferta de serviços de comunicação unificada (para empresas) e baseados em nuvem, com clientes como Localiza, Copagaz e Nissin, entre outros. Mas a Base Telco é parte de um grupo chamado Go.Orb, que congrega outras empresas de TI e telecom, como Base Mobile (serviços móveis e que se apresenta como a primeira empresa detentora da tecnologia de eSIM), Consultech (integradora de soluções), Tomus (IoT e cidades inteligentes), Verisco (gerenciamento de risco) e Tracksaúde (gerenciamento de equipamentos hospitalares). A Go.Orb registra contratos com o Ministério do Desenvolvimento Regional, governos de Pernambuco e Paraíba, e prefeituras da cidades de Recife e São Paulo, além de alguns clientes privados.

A empresa terá um papel central no modelo do Internet Brasil, pois caberá a ela não apenas a gestão de todos os chips que serão distribuídos a alunos e educadores, como também a atribuição para cada um deles de um plano de dados entre as ofertas contratadas pela RNP. As empresas que apresentaram propostas e venceram a licitação para os planos de dados foram a própria Nuh! Digital e a Dry Company.

Notícias relacionadas

A Base Telco será também a responsável por fazer a integração dos sistemas de todas as empresas que tenham sido selecionadas ou que, no futuro, sejam selecionadas para oferecer perfis elétricos (planos de dados) para o Internet Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.