BNDES e BB terão recursos para pequenos provedores no Banda Larga para Todos, diz Minicom

O secretário de Telecomunicações do Ministério das Comunicações, Maximiliano Martinhão, garantiu aos provedores regionais de Internet que eles terão papel central no Plano Banda Larga para Todos. Martinhão falou pelo ministério nesta segunda, 1º, durante cerimônia de abertura do 7º Encontro Nacional de Provedores de Internet e Telecomunicações, realizado pela Abrint em São Paulo. "Desde o início do PNBL (Programa Nacional de Banda Larga) os pequenos provedores foram parceiros da iniciativa e temos a satisfação de ver que deu resultado. Agora vocês estarão no núcleo da política de universalização da banda larga. Estamos trabalhando com o BNDES e o Banco do Brasil para financiar a implantação de redes de fibra ótica (pelos provedores regionais) em 1,2 mil municípios com menos de 100 mil habitantes", disse Martinhão. Os ajustes com o Ministério do Planejamento estão sendo finalizados e o Plano Banda Larga para todos deve ser anunciado ainda esse mês, garante o secretário.

Também presente na cerimônia, o presidente da Telebras, Jorge Bittar, ressaltou a importância da parceria estratégica com os pequenos provedores para levar a Internet aos rincões do País. "Considero que os pequenos e médios provedores são os bandeirantes do século 21, desbravando esse País, entendendo a Internet como peça fundamental da sociedade e da economia do século 21."

Já o presidente da Anatel, João Rezende, citou os benefícios da entrada em vigor da resolução conjunta entre as agências de telecomunicações e de energia para o uso de postes como fomentador da competição e o leilão de sobras do espectro de 2,5 GHz para uso com tecnologia TDD (LTE fixo) até o fim do ano, que tem frequências livres em mais de 4,6 mil municípios brasileiros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.