GSMA lança plataforma aberta de roaming baseada em blockchain para 5G e IoT

Representante da indústria móvel global e organizadora da MWC, a GSMA anunciou o lançamento de uma plataforma open source baseada em blockchain para roaming entre operadoras.

O movimento é fruto de trabalho colaborativo entre a entidade e seis companhias de telecom fundadoras da iniciativa Blockchain para Roaming de Atacado (ou BWR, na sigla em inglês): Telefónica (controladora da Vivo), Deutsche Telekom, CK Hutchison, Orange, Verizon e Vodafone.

O grupo já havia alcançado um produto mínimo viável, que depois recebeu novas funcionalidades por parte da associação global. O esforço resultou em uma solução (batizada como GSMA eBusiness Network) de blockchain em código aberto que automatiza operações como liquidação e compensação do roaming no atacado.

Notícias relacionadas

A Mobileum será parceira comercial a nível de indústria para a ferramenta. "Agora estamos trabalhando com a comunidade de operadoras e seus parceiros do ecossistema para integrá-los à rede", sinalizou a GSMA, em comunicado.

"A combinação de fluxos de dados internacionais crescentes e impulso em torno de 5G e IoT criam um ímpeto natural para revisar as práticas de roaming de atacado existentes", observou o CTO da entidade da indústria móvel, Alex Sinclair. "Aproveitar o potencial do blockchain para automatizar processos e mitigar ineficiências é um passo crucial para fortalecer o ecossistema móvel global e melhorar a conectividade entre as operadoras".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.