Huawei tem nova queda de dois dígitos na receita global

Na esteira de desafios geopolíticos, a Huawei divulgou alguns números sobre a operação no primeiro trimestre com nova queda de dois dígitos no faturamento global. O resultado, contudo, está mais relacionado ao mercado de celulares do que ao de equipamentos de rede.

A companhia chinesa reportou receita de 131 bilhões de yuans (cerca de US$ 20 bilhões) entre janeiro e março. O montante está 13,9% abaixo do reportado no mesmo período do ano passado, quando a Huawei já registrava queda de dois dígitos no indicador. Em paralelo, a margem de lucro neste primeiro tri ficou em 4,3%.

"Os resultados gerais de negócios estiveram em linha com as previsões. Nosso negócio de consumo foi fortemente impactado e nosso negócio de infraestrutura de comunicações experimentou um crescimento constante", explicou o presidente rotativo da Huawei, Ken Hu.

Notícias relacionadas

"Em 2022, ainda enfrentamos um ambiente de negócios desafiador e complicado. Apesar dos desafios operacionais consideráveis, trabalharemos mais de perto com nossos clientes e parceiros em todo o mundo para superar as adversidades", concluiu Hu. Além de impedimento comercial em países como o Estados Unidos, a Huawei também enfrenta restrições no acesso a componentes críticos (como semicondutores).

Estratégia

Neste sentido, uma nova alta nos investimentos em pesquisa e desenvolvimento (P&D) foi sinalizada pela companhia. No ano passado, os aportes da empresa na vertical somaram US$ 22 bilhões, atingindo patamar importante da receita anual total (22,4%).

Em evento realizado nesta semana na China, a Huawei apresentou algumas novidades resultantes da estratégia – como o MetaStudio, um pipeline de conteúdo digital baseado em nuvem. A empresa também indicou maior foco no atendimento de demandas do mercado corporativo e de eficiência energética.

"Atualmente, estamos nos concentrando em três áreas: fortalecer nossa abordagem à inovação, equipar todas as indústrias com as ferramentas e o conhecimento de que precisam para se tornarem digitais e ajudar a construir um mundo de baixo carbono", resumiu Hu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.