Receita da Nokia na América Latina cai 16% no primeiro trimestre

Divulgando resultados operacionais com alta na receita global nesta quinta-feira, 28, a Nokia registrou uma queda de 16% no volume de negócios na América Latina, para 246 milhões de euros.

Em termos orgânicos, a baixa foi ainda maior: 22%. Em relatório, a Nokia relacionou a receita menor ao desempenho no mercado de cabos submarinos do continente, uma vez que as verticais de redes móveis e fixas teriam registrado alta.

Fora a América Latina, apenas a regional da Índia teve queda nas vendas durante o primeiro trimestre (19% reportada e 24% organicamente). Na América do Norte, Oriente Médio, África e Ásia/Pacífico, houve alta de dois dígitos.

Notícias relacionadas

Os números da fornecedora finlandesa resultaram em receita de 5,3 bilhões de euros no trimestre, em alta de 5% frente um ano atrás (sendo 1% em termos orgânicos). Já o lucro líquido da Nokia recuou 17%, para 219 milhões de euros, afetado também pela saída da fornecedora do mercado russo.

Efeitos geopolíticos na cadeia logística ainda afetaram o negócio de equipamentos para redes móveis, que caiu 4% em receita em termos orgânicos (2,268 bilhões de euros globalmente). Já a divisão de infraestrutura fixa cresceu 9% (1,974 bilhão de euros), com ajuda da divisão de cabos submarinos em termos globais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.