NTT forma aliança e compra 5% da NEC; 5G e OpenRAN estão na mira das japonesas

Maior conglomerado de telecomunicações do Japão, a Nippon Telegraph & Telephone (NTT) anunciou a celebração de uma aliança com a fornecedora (também japonesa) de equipamentos e serviços NEC para o desenvolvimento de tecnologias wireless e óticas no ambiente 5G e OpenRAN. Com o acordo, a NTT vai adquirir 4,8% das ações da NEC.

Segundo comunicado do conglomerado (que tem a operadora NTT Docomo entre suas subsidiárias), o negócio vai permitir um "aumento na competitividade industrial do Japão e garantir uma infraestrutura de comunicação segura e confiável, desempenhando papéis de liderança no trabalho com vários fornecedores de equipamentos de comunicação".

Através do desenvolvimento conjunto, a dupla espera alcançar "produtos competitivos globalmente que utilizem os pontos fortes das duas empresas e sejam originários do Japão". Entre os focos estão sistemas de arquitetura aberta em redes de acesso (OpenRAN).

Notícias relacionadas

"No futuro, as empresas pretendem atingir as principais quotas de mercado global sob a liderança da NEC", afirmou o comunicado conjunto da dupla. Dessa forma, está previsto um trabalho com operadoras globais e fornecedores de equipamentos para especificações dentro da O-RAN Alliance. Vale notar que a NEC vem mirando o mercado de redes de acesso abertas, inclusive com projeto ao lado da Rakuten no Japão.

As empresas também vão desenvolver e comercializar um circuito compacto de processamento de sinal digital (DSP), além de equipamentos de transmissão ótica que incorporem a tecnologia. Assim, a dupla projeta avanços em mercados de sistemas de cabos submarinos, por exemplo. Todas as soluções também vão compor o programa IOWN (Innovative Optical and Wireless Network) da NTT.

Longo prazo

Como a pesquisa e o desenvolvimento conjuntos devem abranger várias áreas com esforços de médio e longo prazo, a NTT decidiu pela aquisição de mais de 13 milhões de ações ordinárias da NEC, que emitirá novos papéis e alienará ações em tesouraria para este fim. O montante representará 4,8% do capital da fornecedora; o valor do negócio não foi divulgado, mas é avaliado em US$ 560 milhões.

Dessa forma, a NTT será a terceira principal acionista da parceira; o conglomerado de telecom, por sua vez, tem o governo japonês como detentor de 32% de seu capital. O anúncio da parceria com a também japonesa NEC ocorre em um momento emblemático para o ecossistema de fornecedores de tecnologia de telecom, sobretudo por conta do embate comercial entre EUA e China em torno do tema.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.