Alcântara recebe visita de comitiva de parlamentares

O Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) recebeu nesta quinta-feira, 25, a visita de uma comitiva de 29 senadores e deputados federais. A convite do Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antônio Carlos Moretti Bermudez, os parlamentares discutiram pontos como o Acordo de Salvaguardas Tecnológicas (AST) firmado com os EUA e que precisa ser aprovado pelo Congresso.

No grupo estavam integrantes das comissões de relações exteriores e defesa nacional da Câmara (CREDN) e do Senado (CRE), além de membros da bancada maranhense (Estado onde fica situada a base) e do vice-prefeito de Alcântara. Presidente da CRE, o senador Nelsinho Trad (PSD/MS) manifestou apoio ao AST. "Já perdemos mais de 20 anos de desenvolvimento e agora precisamos permitir que os brasileiros tenham acesso a toda essa tecnologia", argumentou.

Segundo estimativas do governo, 1% do mercado global de lançamentos já tornaria Alcântara relevante do ponto de vista financeiro. "O Centro é um tesouro ainda não explorado, na medida em que, até hoje, lançou apenas engenhos suborbitais e nunca em órbita", afirmou o diretor-geral do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial, Tenente-Brigadeiro do Ar Luiz Fernando de Aguiar. Como apontado por este noticiário, uma das oportunidades está no segmento de pequenos satélites, que pode gerar US$ 69 bilhões globalmente até 2030.

Com o ACT, empresas dos EUA ou que utilizam componentes feitos no país podem realizar lançamentos a partir de Alcântara, desde que garantida a proteção da tecnologia. Sem a aprovação do acordo, o potencial comercial da base seguiria travado, afirma o governo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.