Highline admite que não disputará mais a Oi Móvel

Foto: Pixabay

A Highline afirmou nesta terça, 24, que está fora da disputa pelos ativos pela Oi Móvel. Segundo afirmou o diretor de estratégia e novos negócios da empresa no Brasil, Luis Minoru Shibata, durante o evento TELETIME Tec, organizado por esta publicação, "Há um processo sabido pelo mercado, ganhamos uma certa exposição, mas estamos fora da competição da Oi Móvel. Houve uma proposta melhor. Procuramos esclarecer nosso objetivo com a proposta, que era criar uma infraestrutura que todos pudessem usar", disse ele, indicando que não deve ser feita uma contraproposta depois que TIM, Claro e Vivo ganharam a preferência na oferta pela unidade móvel da Oi.

A Highline, quando manifestou publicamente seu interesse nesses ativos, indicou que a proposta previa a criação de uma rede neutra móvel, mas o modelo encontrou ceticismo justamente junto aos principais possíveis clientes, que seriam as outras operadoras na disputa pela Oi Móvel, o que fez com que a empresa revisse suas prioridades, segundo apurou este noticiário junto a fontes de mercado.

Em relação às redes de fibra da Oi, Shibata disse durante o TELETIME Tec que "é sabido pelo mercado que estamos olhando a InfraCo, a segunda fase de propostas foi postergada para janeiro, e em relação a nosso posicionamento estamos em análise ainda", sem cravar que será feita uma oferta. Ele confirma, contudo, a oferta pela unidade de torres, cujo leilão acontece na próxima quinta-feira, 26, e para o qual a Highline tem a posição de preferência. 

Notícias relacionadas

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.