TIM passa a integrar Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+

CEO da TIM, Pietro Labriola, durante lançamento da iniciativa

Como parte da estratégia de ESG (sigla em inglês para diretrizes ambientais, sociais e de governança), a TIM se tornou signatária do Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+. Desde a segunda semana de junho, funcionários da operadora já têm realizado indicação de profissionais LGBTI+ para vagas na empresa. A divulgação da iniciativa, contudo, foi realizada nesta quinta-feira, 24, em evento online. 

Na ocasião, o CEO da TIM, Pietro Labriola, reafirmou que a ideia "não é só a adesão ao fórum, é acreditar verdadeiramente" na pauta. Ele mencionou que as metas de governança sustentável incluem o elemento social, com inclusão e diversidade como valores para a operadora. 

Labriola disse ainda que é um elemento importante para qualquer empresa cotada em bolsa de valores, mas que é importante ressaltar que a igualdade e diversidade são valores da companhia. Para a TIM, isso proporciona impulso ao negócio e traz impactos relevantes para a sociedade. 

Notícias relacionadas

Com a iniciativa do Fórum, a operadora deverá fazer contratações imediatas e formação de banco de talentos com profissionais LGBTI+. No segundo semestre, será lançado um programa de capacitação e contratação de pessoas trans. A empresa promete treinamento focado em experiência do cliente para vagas, em especial nas áreas comerciais e de atendimento. 

Conforme ressalta a TIM em comunicado enviado à imprensa, esta não é a única iniciativa em prol dos direitos LGBTI+. Recentemente a operadora implantou a possibilidade de licença, apoio psicológico e assistência jurídica gratuita para funcionários vítimas de situações de LGBTfobia e folga remunerada para pessoas em processo de transição de gênero. A empresa destaca que contribuíram para essa transformação interna a participação ativa dos grupos de afinidade – o de pessoas LGBTI+, chamado Orgulho+, envolve cerca de 100 colaboradores – e do Comitê de Diversidade e Inclusão da companhia, formado pela "alta liderança".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.