Semeghini deixa MCTI e vai para a iniciativa privada

O ministro Marcos Pontes anunciou oficialmente que Julio Semeghini não está mais no cargo de Secretário-Executivo do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). O Diário Oficial da União desta sexta-feira, 23, já conta com a publicação da exoneração de Semeghini da função e com a nomeação do major-brigadeiro Leônidas de Araújo Medeiros Jr., que era o subcomandante da Escola Superior de Guerra (ESG), para o cargo.

Em vídeo publicado na noite desta quinta-feira, 22, Semeghini agradeceu à Pontes a oportunidade de liderar um processo de reformulação da agenda regulatória da inovação e comunicações no Brasil e disse que agora segue para a iniciativa privada.

"Eu fiquei surpreso com a tua capacidade de montar estratégia, montar equipe e contar com o apoio do presidente Jair Bolsonaro para as tarefas desenvolvidas", disse Semeghini à Pontes. O ex-secretário também recebeu elogios dos servidores da casa pelo trabalho desenvolvido junto à Secretaria-executiva da casa.

Semeghini também disse que sai satisfeito do cargo e elogiou o diálogo que Pontes criou com o setor de comunicações e o Congresso Nacional. O ex-secretário afirmou ainda que Pontes conseguiu avançar em temas históricos do setor de telecomunicações, ao garantir os decretos importantes, como a Lei de Informática e Lei das Antenas.

"Muitas coisas estão construídas e prontas para acontecer, inclusive precisam acontecer, como a desoneração entre os dispositivos de IoT. Isso é necessário para que tenhamos uma política pública nessa área", pontuou o ex-secretário. Pontes reconheceu a atuação de Semeghini no processo de facilitação para que esses documentos ganhassem vida.

Atuação

Julio Semeginhi é figura já conhecida do setor de telecomunicações. Quando deputado, foi membro da Comissão de Ciência, Tecnologia e Informação (CCTCI) da Câmara. Além de ser autor da Lei das Antenas quando deputado federal, também foi o responsável pela sua regulamentação, garantindo o silêncio positivo, atendendo demanda histórica do setor de telecomunicações.

Semeghini confirmou que agora partirá para a iniciativa privada. "Agora, depois de algumas coisas encaminhadas, vou voltar para aquilo que já tinha sido meu plano de alguns anos atrás, que é a iniciativa privada".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.