GSMA adia edições da Mobile World Congress em Barcelona e em Xangai

MWC em Barcelona

O maior evento de telecomunicações mundial, o Mobile World Congress (MWC) em Barcelona voltou a ser adiado. Organizada pela associação global setorial GSMA, a feira na cidade espanhola foi uma das primeiras a sofrer o impacto da pandemia do coronavírus, o que levou ao cancelamento da edição 2020 em fevereiro deste ano após uma série de desistências de grandes empresas. A entidade estava planejando retomar as atividades normalmente em 2021, mas anunciou nesta quarta-feira, 23, que passará a realização do evento para a metade do ano que vem: entre 28 de junho e 1º de julho.

Em comunicado, a GSMA afirmou que adiar a MWC 21 em Barcelona permite "conter circunstâncias externas relacionadas à Covid-19". A associação diz que está comprometida em investir para que a realização da feira e congresso possa ser feita de forma segura, ainda que a edição deverá contar também "elementos virtuais para complementar a demanda incrível pela convocação presencial". O contrato para a realização na Espanha prevê edições até 2024, pelo menos.

As outras edições locais da MWC também tiveram datas confirmadas. A edição de Xangai, na China, agora acontecerá entre os dias 23 e 25 de fevereiro de 2021 – ou seja, será a primeira do ano, e ainda será com presença física. Já a versão norte-americana, que é realizada em Los Angeles e também foi cancelada neste ano (aconteceria entre os dias 28 e 30 de outubro), permanece planejada para o último trimestre de 2021.

"A remarcação das datas respeita a circunstância global em volta da Covid-19. Reconhece que ambos os eventos são catalisadores no ecossistema móvel; são plataformas para lançamento de novos produtos e inovações, conglomerando tomadores de decisão e de negócios", declara a GSMA em comunicado. A associação entende também que, dessa forma, pode implantar o ciclo anual completo de eventos em 2021. 

A entidade afirma ainda que está trabalhando próxima às administrações públicas das cidades dos eventos, além das empresas que alugam os espaços, como a Fira de Barcelona. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.