América Móvil tem crescimento de 4,7% no terceiro trimestre

Relatório financeiro e operacional global do terceiro trimestre de 2020 da América Móvil, dona da Claro no Brasil, publicado na noite desta terça-feira, 20, mostra que no terceiro trimestre desse ano a suspensão paulatina das medidas de confinamento incrementou a atividade comercial da operadora na maioria dos países em que atua. As receitas do período aumentaram 4,7% relação ao ano anterior, alcançando a cifra de US$ 12 bilhões

No período, houve um aumento nas linhas pós-pagas de telefonia móvel, que totalizaram 1, 8 milhão de assinantes novos. A maioria, diz o relatório, vindos do Brasil, Áustria e Colômbia. No segmento pré-pago, a operadora teve um acréscimo de 1,4 milhão de clientes, incluindo 1,2 milhão no México, aproximadamente 300 mil na Colômbia e Equador e 237 mil no Peru. No pré-pago, as receitas aumentaram 2,5% após a queda de 2,0% no trimestre anterior.

As receitas de serviço aumentaram 1,5% – quase duas vezes mais que no trimestre anterior – devido ao forte desempenho contínuo das receitas de banda larga fixa e à recuperação das receitas pré-pagas móveis, as mais afetadas no trimestre anterior em meio às medidas de bloqueio implementadas em toda a América Latina.

Banda larga fixa

O relatório da América Móvil mostra que banda larga fixa continua sendo o principal driver da plataforma de serviços fixos. "Conectamos 446 mil novos acessos banda larga, sendo 122 mil na Colômbia, 117 mil no México, 70 mil no Peru e 62 mil no Brasil", diz o documento da operadora.

EBTIDA

O EBITDA da operadora, de US$ 4 bilhões, cresceu 10,1%. A câmbio constante, o EBITDA aumentou 7,2%, mais do que o dobro do trimestre anterior. Já o lucro operacional saltou 18,4% para 45,1 bilhões de pesos e contribuiu para um aumento de 45% na receita líquida, de 18,9 bilhões de pesos no terceiro trimestre, mesmo após custos de financiamento de 22,4 bilhões de pesos, que aumentaram 82% ano a ano.

Auxílio emergencial

Após o estímulo monetário e fiscal massivo introduzido por governos em todo o mundo desde o advento da pandemia, o terceiro trimestre apresentou, além de uma recuperação na atividade econômica na maioria dos países em a América Móvil está, mais estabilidade em relação ao período anterior dos trimestres anteriores. Com exceção do real brasileiro, que continuou a se deteriorar em relação ao dólar americano, as principais moedas da América Latina não sofreram grandes variações no período.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.