Samsung fecha parcerias com operadoras globais para lançar versão 5G do Galaxy S10

Durante a apresentação da nova linha de smartphones da família Galaxy em San Francisco nesta quarta, 20, a Samsung também divulgou que o novo modelo S10 ganhará uma versão em 5G. Para tanto, a fabricante sul-coreana estabeleceu parcerias com diversas operadoras globais para lançamento no meio do ano (verão no hemisfério norte), pelo menos na Europa: Telefónica, Telecom Italia, Vodafone, Deutsche Telekom, EE, Orange, Sunrise, Swisscom e SK Telecom, além das norte-americanas AT&T, T-Mobile e Sprint.

Porém, o primeiro parceiro a lançar o aparelho será a norte-americana Verizon, devido ao trabalho conjunto na tecnologia 5G com a Samsung desde 2017. Tanto que o CEO da tele, Hans Vestberg, subiu ao palco para confirmar a exclusividade temporária. Entretanto, não foi divulgada uma data de lançamento, tampouco a duração dessa exclusividade.

Entretanto, nas informações divulgadas à imprensa é possível saber um pouco mais dos detalhes sobre o S10 5G. Pelo menos na versão para os Estados Unidos, o smartphone virá equipado com o processador Snapdragon 855 da Qualcomm, combinado com o modem X50, o primeiro chip 5G da fornecedora. A plataforma é compatível tanto com frequências sub-6 GHz quando faixas em ondas milimétricas, segundo a Qualcomm.

Vale ressaltar que a plataforma de 7nm da Qualcomm será utilizada em determinados países, como os Estados Unidos. Em outros mercados, como no Brasil, a Samsung costuma utilizar o processador próprio Exynos, de 8 nm.

O lançamento da rede 5G da Verizon aconteceu em outubro nos Estados Unidos, mas inicialmente limitada à conexão fixa pela rede móvel (FWA, na sigla em inglês) e usando a faixa de 28 GHz. Na época, a empresa optou por usar um padrão próprio de tecnologia de acesso, mas disse estar comprometida a adotar o padrão da indústria tão logo estivesse disponível.

Em novembro, a Telecom Italia realizou testes com a Ericsson e a Qualcomm com um protótipo de smartphone utilizando justamente o mesmo modem X50. Nos testes, o grupo controlador da TIM Brasil utilizou a faixa entre 3,4 GHz e 3,8 GHz, a mesma que foi comprada no leilão de espectro do governo italiano. A companhia utilizou especificações do Release 15 do 3GPP para 5G New Radio, com solução de MIMO massivo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.