Projeto de Wi-Fi comunitário da Hughes deve sair do papel ainda neste trimestre

Assim como a concorrente Viasat, a Hughes também conta com um projeto de atendimento a comunidades carentes por meio de Wi-Fi, por sua vez abastecido com backhaul satelital. O presidente da operadora, Rafael Guimarães esperava em 2018 executar um piloto no Nordeste no final do terceiro trimestre, mas o plano evoluiu desde então. "Fizemos um piloto dentro de casa, mais para ajustes de sistema", diz. A ideia atualmente é colocar em prática o projeto neste começo de 2019. "Agora no primeiro trimestre, a gente de fato começa a instalar os primeiros pontos", declarou ele em entrevista a este noticiário.

Segundo Guimarães, o escopo aumentou. "Estamos considerando estados no Norte e no Nordeste", declara. A intenção no começo era de fazer o piloto nos Estados de Alagoas, Sergipe ou Ceará. "Era a ideia, mas a gente ampliou um pouco a área de interesse dentro das regiões", justifica.

Pelas características do projeto inicial, a Hughes pretendia executar um piloto nesses estados no Nordeste, colocando em prática o aspecto comercial do serviço. "É um modelo de negócios diferente, com parceiro local, normalmente varejista", explicou o executivo em julho do ano passado. O modelo de negócio passa pela venda de vouchers para o acesso à Internet, com possibilidades de pacotes de horas de uso ou de franquias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.