Operadoras têm dúvidas sobre a TV digital no celular

O modelo de negócios da transmissão da TV digital gratuitamente em aparelhos celulares ainda não está claro para as operadoras. Se a questão for simplesmente distribuir o sinal, as empresas não vão ganhar com o tráfego de dados, o que tem preocupado o setor. ?Não está claro como as operadoras celulares vão ganhar dinheiro com isso se forem obrigadas a simplesmente transmitir o sinal. É necessário definir o modelo com mais clareza?, disse um presidente de operadora que não quis se identificar. Na verdade, as operadoras não terão que distribuir nada. Quem distribui os sinais são os próprios radiodifusores, utilizando a faixa de UHF, e os aparelhos de celular é que terão que ter um chip para a recepção desta frequência e decodificação do sinal, transmitido no padrão ISDB-T. O problema é que a transmissão gratuita das TVs tira uma oportunidade de negócio das teles celulares.
A transmissão da TV aberta digital se dará em aparelhos de terceira geração (3G) bem mais caros que os atuais e que não teriam subsídio das operadoras, o que pode fazer com que estas percam competitividade. Fabricantes como Samsung, Gradiente e LG, entre outros, vão investir em televisores de pequenas dimensões, de baixo custo, que vão competir diretamente com aparelhos sofisticados 3G.
?Hoje a legislação não prevê que a telefonia celular tenha receita com TV aberta. Sendo que o aparelho 3G custa US$ 70, ele só poderá ser subsidiado se houver uma queda nos impostos?, diz Roberto Lima, presidente da Vivo. O executivo participou nesta segunda-feira, 10, do Forum TeleQuest, em São Paulo.

Notícias relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.