Telefonia fixa: autorizadas ficam estáveis, mas concessionárias puxam queda em março

A telefonia fixa perdeu 641,4 mil acessos em março, uma queda de 1,72%, segundo balanço do serviço de telefone fixo comutado (STFC) divulgado pela Anatel nesta sexta-feira, 10. Ao todo, o mercado brasileiro encerrou o primeiro trimestre com 36,577 milhões de contratos. Considerando os últimos 12 meses, a redução foi de 2,565 milhões de linhas, uma queda de 6,55%.

A agência destaca que as prestadoras de pequeno porte apresentaram crescimento no mês. Foram 47,5 mil adições líquidas, aumento de 2,89%, totalizando 688,9 mil linhas. Em 12 meses, o avanço foi de 7,93% – enquanto as prestadoras de STFC de grande porte caíram 7,16% no mesmo período.

Em março, as autorizadas somaram 16,328 milhões de acessos, base praticamente estável em relação a fevereiro (com menos de mil adições líquidas, acréscimo de 0,04%). O grupo Claro Brasil (Claro, Embratel e Net) totalizou 10,159 milhões de contratos. Por sua vez, a Telefônica somou 4,229 milhões. Em seguida veio a TIM, com 929,2 mil acessos; a Algar, com 459,5 mil linhas, e a Oi, com 161,7 mil acessos. 

Já as concessionárias reduziram a base em 3,10% no mês, totalizando 20,249 milhões de contratos. Desses, mais da metade (11,209 milhões) são da Oi, seguida da Telefônica, com 8,191 milhões de linhas; da Algar, com 698,6 mil contratos; e da Sercomtel, com 149,9 mil acessos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.