Publicidade
Início Newsletter 161 milhões de brasileiros acessam Internet no Brasil, aponta PNAD

161 milhões de brasileiros acessam Internet no Brasil, aponta PNAD

Foto: Pixabay

O número de pessoas com 10 anos ou mais que acessaram a Internet em 2022 no Brasil saltou para 161,6 milhões. Isso representa 87,2% da população nacional, em comparação com os 84,7% registrados em 2021. Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua, divulgada pelo IBGE nesta quinta-feira, 9. 

Como esperado, o telefone móvel foi o dispositivo mais utilizado para acessar a Internet em 2022 (98,9%). A pesquisa revelou ainda que o acesso à rede pela TV vêm crescendo, já que o aparelho ficou atrás apenas do celular nesse sentido. Se em 2016 foi utilizada por 11,3% dos brasileiros, agora essa taxa foi para 47,5% em 2022 – considerada expressiva, apesar de muito atrás do smartphone.

Por outro lado, o microcomputador segue em ritmo de queda. Em 2016, o percentual de respostas era de 63,2%, alcançando 46,2% em 2019 até chegar nos 35,5% vistos em 2022. O tablet também vem caindo: de 16,4% em 2016 para 7,6% em 2022.

Notícias relacionadas

Além disso, a pesquisa apontou que 93,4% dos brasileiros afirmaram entrar na Internet todos os dias, enquanto apenas 0,7% disseram utilizar a web menos de uma vez por semana.

Acesso à Internet por estudantes de 10 anos ou mais de idade por equipamento utilizado. Imagem: Reprodução/IBGE

Acesso em áreas rurais

O acesso à Internet em áreas rurais do Brasil cresceu. Em 2022, 72,7% dos brasileiros com 10 anos ou mais e que moram em comunidades rurais disseram que entraram na web. Em 2021, essa taxa já era de 67,5%, enquanto em 2016 era de apenas 33,9%. “No entanto, ainda se nota uma diferença grande frente às áreas urbanas, mesmo que essa diferença venha se reduzindo ao longo do tempo”, ressaltou o analista da pesquisa, Gustavo Geaquinto.

Uso de Internet por regiões

Novamente, a região Centro-Oeste foi a que teve o maior percentual de usuários da Internet. Mas de acordo com o IBGE, esse resultado foi puxado pelo Distrito Federal. É que a região da capital do País tem a maior proporção de usuários entre as 27 unidades da federação: 96,6%.

Do outro lado, os dados da PNAD apontaram que as regiões Norte (82,4%) e Nordeste (83,2%) permaneceram com os menores resultados, mesmo apresentando as maiores expansões entre 2021 e 2022: 6,1 pontos percentuais (p.p.) e 5,1 p.p., respectivamente.

Idosos

Também foi no Centro-Oeste que o Brasil registrou o maior percentual de idosos utilizando a web (69,4%). No Nordeste, o último colocado, essa taxa foi de 51,4%.

Quando se fala em unidades federativas, o DF liderou a utilização da Internet por pessoas com 60 anos ou mais (82,2%), seguido pelo estado do Rio de Janeiro (72,3%), Roraima (71,6%) e São Paulo (70,6%). No fim da lista, Paraíba (48,7%), Maranhão (46,4%) e Piauí (45,9%).

Internet na educação

92,2% dos estudantes afirmaram utilizar a Internet em 2022, contra 85,9% em 2021. No entanto, a utilização foi maior por parte dos alunos da rede privada, já que 98,4% deles usaram a rede no período da pesquisa, contra os 89,4% dos estudantes da rede pública de ensino.

Na comparação por regiões, os maiores percentuais foram registrados no Sudeste (94,7%) e no Centro-Oeste (94,5%). Enquanto isso, no Norte o uso da rede por estudantes foi de 84% – ou seja, a única região em que essa taxa foi inferior a 90%.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile