Oi contrata diretor de marketing para reposicionar marca de atacado para a InfraCo

Diretor de marketing para a unidade de atacado da Oi, Rafael Marquez

A Oi contratou Rafael Marquez para o cargo de diretor de marketing para a unidade de atacado da operadora. Segundo anunciou a empresa nesta quinta-feira, 8, ele deverá "liderar o reposicionamento de marca, de produto e de clientes da unidade de atacado e infraestrutura de fibra óptica, conforme previsto no plano estratégico de transformação da Oi". 

Formado em engenharia de produção pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com MBA executivo pela Coppead, Marquez teve passagens no Banco Pactual e, há 20 anos, na área de telecomunicações com liderança em áreas de atacado e varejo na Vésper e na TIM (onde passou pela incorporação da Intelig). 

Em comunicado, Marquez disse que faz parte da construção da iniciativa da Oi, "que já nasce com uma infra gigante, para atuar no modelo de rede neutra e potencializar a conectividade dos atuais e novos serviços como 5G e IoT, por exemplo."

Notícias relacionadas

A divisão de atacado é estratégica para a Oi. A companhia já migrou toda a equipe de negócios de capacidade no atacado para o modelo de operação independente de rede neutra, por meio de uma "chinese wall", para a preparação da futura separação industrial com a formação da InfraCo. 

A unidade produtiva isolada terá entre seus ativos o backbone de 400 mil km de fibra com plano de atingir a marca de 32 milhões de casas passadas com a rede até 2025. Os investimentos para os próximos quatro anos serão de R$ 20 bilhões.

O plano é de vender até 51% do capital vendido. A operadora está desde fevereiro em negociações exclusivas com o BTG Pactual para eventual concessão de "right to top" no processo competitivo. O prazo da exclusividade será encerrado na sexta-feira, 9.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.