MWC 2021 em Barcelona será presencial e virtual, mas sem exigir vacinação

MWC em Barcelona

A associação global de operadoras móveis GSMA confirmou a realização da Mobile World Congress em Barcelona de forma presencial em junho. A maior conferência do setor de telecomunicações, que tradicionalmente acontece na cidade da região da Catalunha, terá como protocolo de segurança para evitar a disseminação da covid-19 a necessidade de teste negativo para todos os participantes, com uma validade de 72 horas para que seja necessário novo exame, e uso de máscaras e distanciamento social. Não haverá exigência de vacinação, contudo. 

O evento está marcado para acontecer entre 28 de junho e 1º de julho. Apesar de a decisão garantir a realização presencial, a entidade diz que adotará o modelo híbrido, com opções de participação virtual. A associação entende que a experiência na recente edição em Xangai, na China, poderá ser replicada. 

A organização da MWC 21 diz que espera que o aumento da vacinação na maioria dos países deve resultar em uma redução do risco de contágio. Porém, coloca que a falta de informações sobre a eficácia das vacinas na prevenção da transmissão significa que a adoção de tecnologia para diagnóstico acabará sendo o meio mais eficaz.

Notícias relacionadas

O evento foi um dos primeiros impactados pela pandemia global do coronavírus no ano passado. A edição normal estava programada para ser realizada em fevereiro, mas acabou sendo cancelada devido à pressão dos próprios participantes, incluindo fornecedores e operadoras.

Protocolos

Segundo a GSMA, o plano de segurança da MWC21 foi desenvolvido e aprovado em coordenação com as autoridades catalãs responsáveis pelas regulações, incluindo o Departamento de Negócios e Conhecimento da Generalitat da Catalunha (sistema que organiza politicamente a região) e o Comitê Técnico do plano territorial de proteção civil da região (Procicat). 

A ideia será trazer uma abordagem em camadas para todos os participantes, incluindo profissionais e visitantes. com "testes frequentes, rastreamento de contato, ambientes sem contato, refeições reformuladas, monitoramento de ocupação, atualização para facilitar a infraestrutura, maior equipe médica e compromissos pessoais, como adesão ao distanciamento social". 

Esse planejamento multicamadas necessitará que todos os participantes tenham o aplicativo My MWC instalado nos celulares, que servirá como credencial virtual. As etapas incluem:

  • Testes negativos para a covid-19 de participantes de "algumas destinações" antes de viajarem para a Catalunha;
  • Chegando em Barcelona, participantes serão direcionados para centros de testes para validar a condição de saúde;
  • Todos os participantes deverão fazer um teste rápido antes de entrar no local do evento. Os testes precisarão ser repetidos a cada 72 horas;
  • O participante terá que atender a todos os protocolos e completar um questionário diário no aplicativo My MWC. Além disso, precisará utilizar os desinfetantes, aderir ao distanciamento social e utilizar máscaras do tipo FFP2.

Infraestrutura

Múltiplos centros de teste rápidos estarão disponíveis, com os exames supervisionados por autoridades do governo catalão. Dentro do Fira Barcelona, onde é realizado o evento em si, haverá medidores de temperatura conduzidos em todos os pontos de acesso. É de se esperar que sejam medições na testa, uma vez que no pulso não há eficácia segundo autoridades de saúde. 

A GSMA diz que as entradas e saídas foram duplicadas para garantir maior distanciamento social. O movimento será feito com tráfego de sentido único. Os restaurantes terão mesas mais separadas e incluirão pagamentos sem contato (via NFC). Haverá também um sistema de ventilação com injeção de ar fresco para melhorar o fluxo de ar. A infraestrutura terá ainda novos sistemas de monitoramento para gestão de capacidade e densidade. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.