Senador apresenta relatório favorável a João Rezende

A primeira etapa do rito de análise da indicação do economista João Rezende para ocupar o último assento vago no Conselho Diretor da Anatel foi concluída nessa segunda-feira, 6. Ontem foi apresentado à Comissão Infraestrutura (CI) do Senado Federal o relatório sobre a análise curricular do candidato bem como dos demais documentos solicitados no novo sistema de avaliação de autoridades, que estréia com esta sabatina. E a conclusão do senador Gilvam Borges (PMDB/AP) foi favorável a Rezende.
No relatório, o senador se desfia sobre a experiência do candidato tanto no setor público quanto na área de telecomunicações. E conclui: "Por fim, acredito que a esperada sabatina poderá confirmar o aparente técnico e a adequada escolha do indicado para o cargo de membro do Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações". A data da sabatina, na qual o candidato responderá pessoalmente às perguntas dos senadores, ainda não foi agendada, segundo a secretaria da CI. A marcação das sabatinas é uma prerrogativa do presidente da comissão.
No relatório, o senador faz uma única ressalva, recomendando que Rezende confirme que as empresas privadas com as quais tenha alguma relação como sócio ou membro de conselhos fiscais não possuem atividades relacionadas com o setor de comunicações. Na documentação apresentada, o indicado afirma ser sócio da Ressel Consultores Associados e participar dos conselhos de administração do Banco do Estado de Santa Catarina (Besc), do Besc Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários, do Besc Leasing, do Besc Financeira e da Petrobrás Transportes (Transpetro), todas estatais. Ocupa ainda cargo no conselho fiscal da binacional Alcântara Cyclone Space.
Rezende é velho conhecido do setor de telecomunicações por ter presidido a Sercomtel. Nesta época, também foi vice-presidente da Abrafix. Atualmente, o economista é chefe de gabinete do ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Paulo Bernardo. Em sua argumentação escrita sobre o setor, Rezende afirmou que a massificação da banda larga no país deve ser o principal objetivo da agência nos próximos anos, segundo relatou Borges.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.