Cobertura na fronteira agrícola vai diferenciar Star One D2 de antecessor

Embratel Star One com o satélite D1

Com lançamento previsto para o terceiro trimestre deste ano, o satélite Star One D2 da Claro/Embratel deve ampliar significativamente a cobertura da empresa na fronteira agrícola do País, segundo o planejamento da operadora.

"Para o mercado agro, a grande novidade do D2 será o aumento de cobertura de banda Ka. Hoje [com o Star One D1] temos cobertura bem razoável focada nos estados do litoral. Agora vamos incluir Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins e grandes áreas da região Norte", afirmou o gerente de produtos e projetos especiais da unidade de satélites da Embratel, José Antônio Gonzalez.

"Essas são nossas fronteiras agrícolas, onde temos demanda maior de serviços de telecom mas que, até pelo tamanho, são os lugares que você tem menos conectividade móvel", prosseguiu o profissional, em evento virtual promovido pelo portal Tele.Síntese.

Notícias relacionadas

De acordo com Gonzalez, hoje o D1 já presta capacidade de backhaul para cerca de 180 estações radiobase, sendo boa parte delas equipada com 4G. "Com o D2, vamos ampliar isso e já estamos com o motor ligado para iniciar a expansão", completou Gonzalez. A habilitação das redes NB-IoT e CAT-M são parte importante da estratégia da empresa, que compõe o grupo Claro.

Entrantes

A partir de 2023, um novo entrante do segmento satelital também deve ser opção para o agro brasileiro. Focada no segmento de Internet das Coisas a partir de uma constelação de baixa órbita (LEO), a Sateliot terá aposta baseada no protocolo NB-IoT, que está sendo adaptado pelo 3GPP para conectividade não terrestre (NB-IoT NTN).

Segundo Stephan Bernard, do desenvolvimento de negócios da empresa, o primeiro artefato da frota já está em órbita para suportar operações semicomerciais e testes – inclusive ao lado do agro brasileiro. A operação comercial com a constelação completa deve começar em 2023, quando os trabalhos sobre o NB-IoT NTN serão concluídos. A partir daí, a estratégia da Sateliot passará por integrações com operadoras locais e parcerias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.