TIM lança edital para adquirir usinas de energia limpa

A TIM está recebendo propostas para adquirir usinas de fontes renováveis. Segundo a operadora nesta quarta-feira, 5, o edital que pede cotações (RFQ, na sigla em inglês) prevê plantas de menor capacidade, mas que juntas poderão abastecer aproximadamente 7 mil antenas e lojas em 11 estados brasileiros, com volume total de 14 GWh por mês. 

O objetivo é procurar parcerias com empresas que trabalham com tecnologias solar, eólica, hidráulica e biomassa. Tudo isso faz parte da estratégia de melhores práticas ambientais da operadora, que prevê ainda aumentar para 90% o consumo de energia de fontes renováveis até 2025. A companhia também prevê 60 usinas até o final deste ano.

Segundo a operadora, estão em operação atualmente 34 usinas de energia solar, hídrica e de biogás. O processo de concorrência atual pede que as interessadas já tem em tramitação projetos nas concessionárias de energia e que sejam consolidadas no mercado de geração distribuída. Essas novas usinas estarão conectadas a 18 distribuidoras.

Notícias relacionadas

Em comunicado, o chief business support officer da TIM, Bruno Gentil, afirmou que o setor de telecomunicações tem impulsionado boias práticas ambientais, sociais e de governança (ESG) e que a TIM quer liderar esse movimento. "Estamos investindo cada vez mais em energia limpa e devemos fechar o próximo ano com 60 usinas, praticamente dobrando a quantidade que temos atualmente e gerando energia suficiente para abastecer uma cidade com 150 mil habitantes todo mês."

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.