Paulo César Teixeira assume a Claro: "vamos buscar a liderança do mercado"

Paulo César Teixeira é o novo CEO  da operadora de celular Claro. Ele assume esta semana, com o fim do período de non-compete de dois anos que tinha por contrato com a Telefônica/Vivo, empresa da qual foi CEO até março de 2015. Em declaração a este noticiário, ele fez apenas uma afirmação: "vamos com muita energia buscar a liderança de mercado". Com isso, a operação de celular do grupo América Móvil passa a ter um executivo dedicado integralmente à unidade de negócio. José Félix, presidente do grupo no Brasil, acumulava há um ano a função, desde a ida de Carlos Zenteno para a Claro na Colômbia. Como parte da estrutura desenhada para o grupo América Móvil, os CEOs das unidades de negócio têm como missão principal o desenvolvimento do esforço de vendas, expansão dos serviços e operação. Nas outras unidades estão José Formoso (Embratel/mercados corporativos) e Daniel Barros (Net Serviços/mercado residencial fixo).

Nos últimos 12 meses, a Claro ajustou sua estratégia e passou a apresentar resultados financeiros mais estáveis, e por alguns trimestres em 2016 esteve ligeiramente à frente da TIM na acirrada disputa pela segunda posição em market-share com a TIM, mas no final do ano voltou à terceira posição com pouco menos de 25% de participação. A Vivo segue a líder com 30%.

Teixeira foi vice-presidente da Vivo (quando Portugal Telecom e Telefônica dividiam o controle da empresa), COO da Telerj Celular, diretor de engenharia da Telebras e começou a sua carreira como engenheiro de telecomunicações na CRT, do Rio Grande do Sul, onde fez a sua graduação em engenharia pela Universidade de Pelotas.

9 COMENTÁRIOS

  1. Estaremos contando com novas estratégias de Mercado, contamos muito com suporte do Coordenador do nosso estado, e se é para somar, sempre vai ser bem vindo. O nosso mercado está precisando de estratégias e investimentos.Seja bem vindo e boa Sorte!!

  2. Para adquirir a liderança não precisa de muita coisa, apenas cobrar preços justos, ilimitar os dados móveis ou cobrar preços justos para pacotes decentes, afinal ficar MENDIGANDO internet em meio ao século XXI é demais. Outra coisa, cobrar taxa de dependente como se o mesmo fosse titular de outra linha(pois os valores são os mesmos) é algo irracional e injusto.

  3. Para adquirir a liderança não tem muito segredo, basta aplicar internet ilimitada, afinal MENDIGAR internet em pleno século XXI é absurdamente incompreensível, ou cobrar preços justos para pacotes decentes, afinal MENDIGAR Internet em pleno século XXI é absolutamente uma vergonha. Por último não cobrar taxa para dependentes a preço de outra nova linha.

  4. A Vivo nunca deu a devida atenção ao cliente na mesma proporção que dedica às vendas. A Claro segue no mesmo caminho. Mais do mesmo!

  5. Fui cliente a 5 anos atrás, e na época, uma das melhores operadoras; mas seus preços, com o passar do tempo e seus planos de voz restritos a chamadas "on" net me fizeram mudar para a TIM. Justamente na época em que a TIM enfrentava problemas em sua rede. Mas persisti e hoje estou muito satisfeito! Maior cobertura 4G, planos justos e acessíveis com plano de minutos para qualquer operadora do Brasil (meu plano pós de 1.000 min + 5Gigas = R$99,00). Um plano equivalente na Claro não fica menos de R$250,00. Concorrência sempre é bem vinda, tomara que venham com força, mas não acredito.

  6. Olha sou uma ponta da forças de vendas Claro, nossas ofertas estão excelentes e brigamos com qualquer concorrente, o maior desafio que temos e brigar com a gente mesmo, por deixamos muito a desejar com nossa cobertura de sinal. Vamos que vamos atrás desta melhoria, que as concorrentes não vão aguentar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.