Publicidade
Início Newsletter Telefónica cria divisão para Metaverso e convoca startups

Telefónica cria divisão para Metaverso e convoca startups

Chema Alonso, CDO da Telefónica, durante evento no MWC. Foto: Divulgação

Um dos grandes assuntos do Mobile World Congress 2022, o Metaverso caiu mesmo nas graças da controladora da Vivo, a Telefónica. O grupo espanhol criou uma divisão apenas para tratar do tema, e ainda anunciou duas iniciativas: estabeleceu parceria com o Facebook/Meta e, por meio de sua empresa aceleradora e hub de inovação aberta Wayra, abriu nesta semana uma convocação global em busca de startups para soluções para o mundo virtual. 

Segundo comunicado, do grupo espanhol enxerga o metaverso como uma “evolução da Internet”, apostando na criação de novos ativos de valor como NFTs e modelos de negócio da web3 e de criptomoedas. A aposta é tanta que a dona da Vivo criou uma unidade especializada no assunto, que será liderada por Yaiza Rubio como chief metaverse officer. 

Já o anúncio da convocação global, chamada de Open2metaverse, foi feito pelo chief digital officer (CDO) da Telefónica, Chema Alonso, durante o evento Four Years from Now (4FYN), que ocorreu dentro do própria MWC. Na ocasião, o executivo anunciou ainda parceria com a Meta para “ampliar e explorar em conjunto novas formas de impulsionar a inovação em conectividade e tecnologia no campo do metaverso”. 

Notícias relacionadas

O chamamento busca apoiar empresas com “as melhores tecnologias com aplicações metaversas para que cresçam e alcancem uma escala global mais rapidamente”. Naturalmente, a conexão para isso seria com a Telefónica. Os casos de uso que a Wayra buscará são de conectividade, dispositivos, plataformas virtuais, ferramentas de identidade, NFTs e marketplaces, entre outros.

A iniciativa é o primeiro projeto conjunto de exploração e conhecimento que passa pelas iniciativas Wayra X, Telefónica Venture e os sete hubs que a Wayra tem na América Latina (incluindo o Brasil) e na Europa. 

Blockchain

Outra notícia durante a MWC foi a parceria anunciada nesta quinta-feira, 3, do braço Telefónica Tech com a empresa de ecossistema de blockchain público, a Polygon. A ideia é utilizar a rede e ferramentas da companhia para desenvolver soluções de web3, permitindo à plataforma de blockchain do grupo espanhol, a TrustOS, “melhorar as capacidades de rastreamento, tokenização e certificação com o intuito de prover as companhias com integração de blockchain fácil e rápida nos seus negócios”.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile