Nokia fornece servidores para virtualização de rede e edge da TIM

Em comunicado à imprensa divulgado nesta quinta-feira, 1, a Nokia revelou que cerca de mil servidores da fornecedora serão implementados pela TIM Brasil em 37 data centers da operadora até o final de 2021. Visando a virtualização de funções de rede (NFV) e a expansão do edge computing (computação na borda), o movimento deve ampliar a capacidade dos servidores para melhorar a qualidade dos serviços, como o acesso à Internet e o consumo de vídeo.

O objetivo da iniciativa, segundo anunciou a TIM também nesta quinta-feira, é justamente preparar a infraestrutura de rede para a chegada do 5G. De acordo com a Nokia, a operadora é a primeira da América Latina a adotar os servidores da linha AirFrame projetados para a quinta geração e dotados de processadores da segunda geração Xeon da Intel.

Vale lembrar que dentre os 37 data centers da TIM, 11 no formato edge já estão operacionais em oito estados: Paraná (Ponta Grossa, Maringá e Londrina); Santa Catarina (Blumenau e Florianópolis); São Paulo (Campinas); e nas capitais de Rio Grande do Sul, Maranhão, Rio Grande do Norte, Paraíba e Goiás. A companhia projeta 21 data centers do tipo até 2021, além de outros 16 para funções core.

"A virtualização é importante para melhorar a experiência do usuário em nossa rede, que contará com mais velocidade e estabilidade de uso de dados", afirmou o CTIO da TIM, Leonardo Capdeville. "Esse processo também nos permite fortalecer a proteção de dados dos nossos clientes".

O executivo complementa que, graças a essa iniciativa de virtualização do core, a TIM pode iniciar o projeto piloto de 5G em cima da rede comercial em Florianópolis. A iniciativa utiliza a faixa de 3,5 GHz e é fruto da parceria com a Fundação CERTI e a fornecedora Huawei. Outros dois pilotos estão previstos: em Santa Rita do Sapucaí, em parceria com Ericsson e o Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel); e em Campina Grande (PB), com o Núcleo de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Tecnologia da Informação, Comunicação e Automação (Núcleo Virtus) da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e a Nokia.

(Colaborou Bruno do Amaral)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.