OUTROS DESTAQUES
Estratégia
BenQ, de Taiwan, atuará como OEM
quinta-feira, 26 de abril de 2007 , 16h14 | POR REDAÇÃO

Depois de fechar unidades de produção de celulares na Alemanha, adquiridas da Siemens, e amargar seis trimestres consecutivos de prejuízos, a BenQ, de Taiwan, anuncia mais uma reviravolta em sua estratégia: pretende agora atuar como fornecedor de partes e peças para grandes fabricantes de computadores, telefones celulares, câmeras, projetores e outros dispositivos. O negócio OEM (original equipment manufacturer) deve ganhar um novo nome: Jia Da, que quer dizer ?excelentes realizações? em chinês. Outra unidade, que permanecerá com o nome BenQ, vai integrar os produtos com essa marca, mas não será o principal negócio da compahia.
A estratégia marca a volta da empresa às suas raízes OEM, quando ainda era uma unidade da Acer. Os executivos da empresa avaliam que a BenQ conta com vantagens competitivas de escala sobre outros fabricantes OEM. Um porta-voz da empresa disse que todas unidades estão saudáveis, exceto o segmento de telefonia móvel, que hoje representa uma pequena parte de seus negócios. Não existem planos de listar a nova companhia no mercado de ações separada da BenQ.
Procurada para comentar a nova estratégia no mercado brasileiro, a assessoria de imprensa disse que a empresa não iria se manifestar.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top