OUTROS DESTAQUES
Estratégia
Telefônica quer ampliar venda de Posto Informático com automação comercial
segunda-feira, 10 de março de 2008 , 19h16 | POR ANA LUIZA MAHLMEISTER

A Telefônica terminou 2007 com a venda de 38,5 mil Postos Informáticos, mas só nos dois primeiros meses deste ano já totalizou 45 mil pontos instalados no Estado de São Paulo. Para alcançar a meta de 70 mil postos até o final deste ano a empresa anunciou uma versão especial do serviço para automação comercial.
Voltado para pequenas e médias empresas, o Posto Informático é um pacote de produtos e serviços que inclui PC, banda larga (Speedy), suporte e manutenção para pequenos negócios por uma mensalidade fixa, conforme a configuração. Para o pequeno e médio comércio o pacote também inclui a impressora fiscal, além do link e computadores. ?Com isso esperamos alcançar 11 mil pequenos negócios até o final do ano?, afirma Paulo Mesquita, diretor de desenvolvimento de produtos e novos negócios do segmento de pequenas e médias empresas da Telefônica. Segundo o executivo, a empresa espera fechar negócios principalmente com redes de lojas em expansão que necessitam de impressoras fiscais para adequar-se à legislação. Para a oferta de PCs a empresa tem parcerias com a Lenovo e Positivo; já os equipamentos fiscais são da Sweda e Bematech, sendo que nos próximos meses serão anunciados os parceiros de software para automação comercial.
Uma configuração de Posto Informático mais simples começa em R$ 157 mensais incluindo PC, banda larga, manutenção, seguro e Windows XP. Para o Posto Informático de Automação Comercial incluindo impressora fiscal, conectividade e manutenção, a mensalidade é de R$ 580. Conforme a configuração a Telefônica oferece velocidades de 512 kbps a 4 Mbps. A maioria dos estabelecimentos comerciais não contam com banda larga, apenas o link X-25 para a conexão do POS da Visanet. ?A tendência das lojas é não querer dois acessos, com uma possível atualização para banda larga?, diz Mesquita.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top