OUTROS DESTAQUES
Internet das coisas
American Tower expande rede LoRa para seis capitais e interior de São Paulo
quinta-feira, 07 de fevereiro de 2019 , 19h00

Utilizando a tecnologia LoRaWAN, a rede para Internet das coisas (IoT) da American Tower iniciou nesta semana a operação em seis novas capitais brasileiras (Goiânia, Brasília, Curitiba, Fortaleza, Recife e Porto Alegre) e em cinco municípios do interior paulista (Campinas, Jundiaí, Sorocaba e São José dos Campos), além da cidade litorânea de Santos (SP). Dessa forma, a cobertura oferecida pela operadora de infraestrutura passa a compreender 35% do PIB nacional, uma vez que as regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte já eram contempladas. De acordo com a empresa, a rede para IoT soma mais de 400 mil dispositivos ativos, além de trafegar cerca de 4 milhões de mensagens diárias.

Gerente sênior de desenvolvimento de novos negócios da American Tower do Brasil, Daniel Laper sinalizou que está mantida a meta de cobertura em "50% do PIB nacional, ou aproximadamente a 80 cidades, incluindo todas as capitais" até o final do ano, quando 2 milhões de dispositivos podem estar conectados à rede, conforme projeções da companhia. "[O Brasil] é considerado um dos principais mercados da American Tower no continente e acreditamos também que podemos continuar desempenhando um papel fundamental como parceiros no desenvolvimento do ecossistema de IoT no território nacional", garantiu Laper.

Própria para aplicações de Internet das coisas que demandem baixo tráfego de dados e largo alcance, a tecnologia LoRa se vale do padrão aberto de LPWA (Low Power Wide Range); no Brasil, a estratégia da American Tower prevê a oferta de capacidade no atacado para as operadoras e para provedores de soluções. Com sede em Boston (EUA), a American Tower conta com presença no Chile, Colômbia, Costa Rica, Alemanha, Gana, Índia, México, Nigéria, Peru, África do Sul e Uganda. No caso do mercado brasileiro, a empresa detém cerca de 19 mil torres de telecomunicações (sites), além de ativos de fibra ótica adquiridos da Cemig Telecom no ano passado.

 

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top