Ericsson: 5G vai fechar ano com 660 milhões de usuários e passar 4G em 2027

A nova edição do Ericsson Mobility Report divulgada nesta terça-feira, 31, pela fornecedora sueca revelou expectativa de 660 milhões de acessos 5G ao fim de 2021 e da tecnologia ultrapassando a antecessora 4G em 2027.

Ao todo, a Ericsson estima cerca de 180 redes comerciais de quinta geração ativas atualmente em todo mundo. No terceiro trimestre deste ano, 98 milhões de novos clientes 5G foram contabilizados, graças à forte demanda na China e na América do Norte.

O total de 660 milhões de acessos ainda está abaixo dos 4,6 bilhões de conexões 4G estimadas pela Ericsson (adição de 46 milhões no último trimestre). A empresa acredita que a quarta geração de redes móveis atingirá um pico de 4,7 bilhões de acessos, caindo para 3,3 bilhões até 2027.

Notícias relacionadas

No mesmo ano, é esperado que o 5G some 4,4 bilhões de clientes e se torne a tecnologia mais popular do planeta. A Ericsson avalia que a disponibilização rápida de aparelhos e o engajamento da China com o padrão serão preponderantes.

Já na América Latina, o 4G ainda levará vantagem sobre o 5G em 2027: 44% versus 39% das conexões móveis, segundo as projeções da Ericsson. Ainda assim, a tecnologia já será "mainstream" na região, inclusive a partir do uso de redes fixas sem fio (FWA) – que pode somar 21 milhões de clientes latino-americanos e 230 milhões no planeta.

Década

O Ericsson Mobility Report conduzido pela fornecedora completou dez anos e trouxe uma retrospectiva do avanço atravessado pelas redes móveis no período. Segundo a Ericsson, a infraestrutura atual trafega quase 300 vezes mais dados que o volume registrado em 2011. Na época, o 4G ainda tinha dois anos e maior parte do consumo em redes móveis era associada a laptops.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.