Publicidade
Início Newsletter Mercado de Internet fixa alcança 35 milhões de contratos

Mercado de Internet fixa alcança 35 milhões de contratos

Foto: Pixabay

O mercado brasileiro de banda larga fixa ultrapassou recentemente os 35 milhões de contratos ativos, de acordo com dados do setor fornecidos pelas operadoras e disponibilizados Anatel. Em um ano, a base de assinantes do serviço já cresceu 5,5%.

A marca de 35,3 milhões de acessos foi atingida ainda em setembro, conforme dados atualizados pela Anatel após uma primeira divulgação. Já em outubro, uma queda nos contratos reportados levou a base total para 34,9 milhões. O movimento está relacionado com atrasos de notificação por algumas empresas.

Por esse mesmo motivo, os acessos dos provedores caíram de 13,1 milhões em setembro para 12,7 milhões em outubro. Apesar do avanço mensal de 3,2%, em um ano a base dos chamados ISPs cresceu 26,1%.

Notícias relacionadas

Entre os grandes grupos, houve estabilidade em 22,5 milhões de contratos em outubro. Já em 12 meses, a base das maiores empresas recuou 3,5%.

Fibra ótica

Dos 35 milhões de contratos de Internet fixa brasileiros, 15,355 milhões são baseados em fibra ótica. Isso representa alta de 57,9% no número de clientes atendidos pela tecnologia em um ano. Em um mês, o salto foi de 0,8%.

Os ISPs lideram o segmento, com 9 milhões dos acessos em fibra e alta de 51,9% na base em um ano. No caso das grandes operadoras, o ritmo é ainda mais forte (67,5% de crescimento em um ano), levando a um total de 6,2 milhões.

Destaque para a Oi que em outubro passou a marca de 2,2 milhões de acessos em fibra, com um expressivo crescimento de 1,3 milhão de acessos FTTH em 12 meses. No ritmo atual, a base de acessos em fibra da Oi deve superar a base de acessos xDSL (cobre) antes do final do ano.

Também há crescimento no número de clientes com velocidades de 34 Mbps ou mais: agora 19,8 milhões de acessos contam com esse nível de serviço, considerando todas as operadoras.

Grandes grupos

Entre os maiores players do mercado, a Claro teve saldo positivo de 14,5 mil contratos em outubro, ficando em 9,8 milhões de clientes e mantendo a liderança do segmento

Já a Vivo teve saldo negativo de 45,5 mil acessos no décimo mês de 2020, para 6,4 milhões. Enquanto isso, a Oi teve saldo positivo de 25,9 mil contratos, para 5,07 milhões.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile