Microsoft promete 10 mil apps para Windows 8 até o fim da semana

No lançamento mundial do Windows 8, realizado nesta quinta-feira, 25, o líder da divisão responsável pelo sistema operacional, Steven Sinofsky, afirmou que o novo software deve ter 10 mil aplicativos disponíveis para download até o fim desta semana. Os apps são tidos por analistas como fundamentais para a receptividade do sistema operacional no mercado, já que os carros-chefe da versão são a mobilidade e a personalização.

“É cedo para dizer, começamos oficialmente hoje. Ao fim da semana, haverá cerca de 10 mil aplicativos em todo o mundo”, declarou Sinofsky. Alguns deles, exibidos durante a apresentação do sistema, são o serviço de vídeos Netflix; o Kindle, da Amazon; e o tocador de música Spotify. Entre os brasileiros, há apps de bancos (Itaú, Bradesco e Banco do Brasil), comércio eletrônico (Saraiva e Renner) e utilitários, como o Buscapé, por exemplo.

O usuário, ao ligar qualquer computador com o sistema, poderá fazer o login por sua conta da Microsoft e, assim, carregar seus conteúdos iniciais personalizados na tela inicial.

“Existem 670 milhões de PCs que podem ser atualizados para o Windows 8”, pontuou o CEO da Microsoft, Steve Ballmer, fazendo referência ao número de licenças vendidas na última atualização. A licença para upgrade do Windows 8 está disponível a partir de sexta-feira, 26, ao preço inicial de US$ 39. Os computadores equipados com o sistema devem custar a partir de US$ 300, segundo informou a empresa.

Tablets

A Microsoft apresentou ainda alguns modelos de tablets e ultrabooks híbridos, com telas que se convertem em dispositivos móveis, da Dell, HP, Samsung, Asus e Lenovo. A exibição dos equipamentos, antes de detalhar a chegada do seu aparelho, foi considerada estratégica devido ao incômodo causado entre a Microsoft e suas parceiras com o lançamento do seu próprio hardware, o Surface, que chega às lojas simultaneamente com o Windows 8.

Como já foi antecipado pela companhia, o Windows 8 estará disponível em duas versões – a convencional, para PCs e arquitetura Intel, e o Windows RT, compatível com processadores da britânica ARM, direcionado especialmente para tablets. Elas são as únicas fabricantes que estão trabalhando com a versão móvel do sistema, por enquanto.

O Windows 8 marca a grande aposta da norte-americana no segmento de mobilidade, com interface completamente modificada em comparação ao clássico menu iniciar. O design de janelas quadradas, os chamados ‘tiles’, favorecem o uso em telas sensíveis ao toque.

Em diversas resenhas da versão de testes trazidas à tona pela mídia internacional, contudo, alguns usuários relataram problemas de usabilidade com a mudança tão abrupta em comparação com o Windows tradicional. Segundo analistas, a ausência de elementos intuitivos no sistema operacional pode prejudicar seu desempenho e impactar negativamente a Microsoft.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.