BrT lançará 3G logo após publicação dos contratos

A Brasil Telecom lançará sua rede de terceira geração imediatamente após a publicação do Termo de Autorização no Diário Oficial da União (DOU). Os Termos de Autorização das empresas vencedoras do leilão do 3G serão assinados no próximo dia 29, em Brasília. O atraso na aprovação do leilão pelo Tribunal de Contas da União levou as operadoras a retardarem o lançamento do serviço. A BrT havia programado seu lançamento para o final do primeiro trimestre. Nesta sexta-feira, 25, o diretor de operação móvel e desenvolvimento de negócios da BrT, Roberto Rittes, disse a este noticiário que a rede está pronta desde então. ZTE e Ericsson concluíram em apenas 40 dias a implantação da rede de acesso em suas respectivas áreas: cinco Estados para cada uma. Os testes já foram realizados e o serviço aguarda apenas a autorização para entrar no ar.
Segundo Rittes, os canais de vendas já estão abastecidos com aparelhos e o pessoal foi treinado. O plano de divulgação também está pronto, devendo compreender apenas a mídia impressa, por se tratar de um serviço para nicho, de alta renda, por enquanto, devido aos custos. Os serviços iniciais compreenderão videochamada, TV móvel e banda larga.
Há duas opções de pacotes inicialmente: o primeiro é o plano máximo, pelo qual o usuário paga R$ 99 e não tem limitação para voz móvel e fixa na rede da BrT. Na segunda opção, por R$ 199, também não tem limite para envio de SMS, nem de vídeochamada ou internet, e o cliente ainda ganha o aparelho Nokia N95. Nos dois casos, para falar fora da rede da BrT, com outras operadoras, o cliente pode escolher entre outros pacotes adicionais de franquia e Pula-Pula. Neste caso, a cada minuto de ligação que ele receber de outra tele ganhará um minuto.

Notícias relacionadas

Segunda etapa

Segundo o executivo, o core de voz da rede está com a Ericsson e as plataformas de serviços estão divididas na seguinte proporção: 80% do volume de Node-B (equivalente à estação radiobase da terceira geração) é da fornecedora sueca e 20% da ZTE.
A segunda etapa da rede deverá ser lançada no final de junho, quando entrarão também serviços como push to talk, instant message, video mail e serviços baseados em localização. Com a rede completa, ainda este ano, o serviço será estendido a usuários pré-pagos, cobrindo 84 municípios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.